Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A força da vida...

Confessado por Mulherde30, em 23.06.05

t226494.jpg


Do nada, quase sem darmos conta, a vida refaz-se.
Dentro de um coração que julgávamos sem vida, o sangue volta a pulsar, desejamos de novo rasgar a pele, oferecer sorrisos... desejamos viver.
Afinal, o nosso caminho cumpre-se. Afinal, o coração pode ficar leve outra vez...
Afinal, a vida sempre se encarrega de pôr tudo no lugar... sempre se juntam os pedacinhos que antes estavam partidos.

Sim, a vida cumpre-se, tem força para brotar outra vez, para fazer nascer o que pensávamos que tinhamos morto sem piedade.

São os amigos. Que estão sempre ali a rondar-nos a vida. Que vêm sem os chamar porque sabem que preciso, que me dão a mão sem perguntarem nada. Estão ali. Simplesmente.
Esses seres que nos povoam a vida. Que nos colorem os dias, que nos deixam chorar para depois me dizerem:
- Até quando choras és linda...
Mesmo sendo feia, torno-me bonita aos seus olhos. Talvez porque me vejam com o coração...

Eles que sabem ficar no silêncio, que mesmo que não entendam, fingem que sim....só para que me sinta a dividir a dor. Como se ela se pudesse dividir.
Que me tornam o fardo menos pesado. Que caminham comigo, que comigo esperam. Que comigo sofrem, riem e choram. Os amigos....
Que nos oferecem um carinhito que viram algures e se lembraram de nós...
Os amigos que me telefonam às 4 horas da manhã porque sabem que estou triste e que ainda não consegui dormir. Que vão para minha casa fazer companhia e ouvir aquilo que já sabem de cor.
Os amigos que bebem o que nem gostam só para não me verem a beber sozinha....quando sabem que eu só quero esquecer, pelo menos por uma noite.
Os amigos que me dizem as palavras duras que não ferem porque sei que é por bem me quererem...
Os amigos que me perdoam as falhas porque me conhecem o coração.
Os amigos que me dizem:
- Por tua felicidade vai-te embora....eu prefiro ir a pé que ver-te perder esta oportunidade de seres um pouco mais feliz, pelo menos por hoje.
Os amigos que me acompanham ao karaoke, que me aplaudem com um entusiasmo quase eufórico, mesmo que tenha cantado fora de tom.
Os amigos que me dizem:
- Não vás embora.
Os que dizem:
- Obrigado por seres minha amiga.
Os que me fazem chorar mesmo em dias felizes porque me dizem que gostam de mim, que sou a amiga zen, que sou tranquila, que tenho paciencia.
Os que brindam comigo "para que a vida seja sempre assim"...
Os que ficam comigo a ver o dia nascer só porque sabem que adoro esse momento mágico.
Os amigos...
Os amigos que querem matar os homens que me fazem sofrer, que me dizem:
- Se ele te magoou é porque não te merece, esquece-o....ele que se fo**...pior para ele que não te viu...
os amigos que me pedem e dão coragem.
Os que me deixam ser criança...que se descalçam comigo para pisar a relva, brincar com os repuxos de água que a rega em plena madrugada só porque está imenso calor e não apetece ir para casa, sozinha.

A verdade é que o ser humano pode ser avaliado não pela quantidade de amigos que tem, ou diz ter, mas sim pelo amor que tem desses amigos sem lho pedir. E os amigos, são sempre um espelho. Cada um tem um pouco de nós.

E quem tem um amigo, nunca está só.


Como confissão: sou abençoada por estar rodeada de amigos. Poucos.... mas os melhores do mundo. São os meus...são os irmãos e irmãs que a vida me deu o poder de escolher.
Aqueles com quem não preciso dizer nada...porque eles sabem.
Os amigos que me amam deste jeito que sou... porque neste coração pequenino todos eles têm lugar... e mesmo na distância, nas horas vagas, há aquela força que não me deixa sentir sozinha...porque sei o que é ser-se e ter-se amigos de verdade.

publicado às 01:59


Confessionário

De karina oliveira a 23.06.2005 às 08:31

Tens toda a razão. Eu tenho alguns,poucos mas bons e que estão sempre cmgo. Têm-me apoiado nesta fase de mudança e que me esta a custar muito, mas eu sei que eles estao lá, e no meu coração também. beijos Raquel. P.S. Escreve-me um mail, ja nao falamos à algum tempo! Bjs

De (Phi)lipe a 23.06.2005 às 09:22

Estou esmigalhado com este post. Acho que reflecte por inteiro o que eu próprio sinto pelos meus amigos...poucos...mas são aqueles que a vida permitiu escolher...Bjs

De Passo a 23.06.2005 às 09:29

Vivam entao os amigos, o valor da amizade ... tchim tchim a uma vida cheia de coisas boas e de bons amigos :-)) bjokas

De Marta a 23.06.2005 às 10:18

Concordo com tudo o que disseste e quase me fizeste chorar outra vez. Os amigos são importantes sempre mas há fases na nossa vida que sem eles não nos mantínhamos de pé. Sei que devo muita da minha felicidade aos amigos e que ultrapassei as piores da fases da minha vida graças a eles...por isso aqui fica um OBRIGADA!

De Pix a 23.06.2005 às 11:32

"Os amigos são como as flores, se não os regar-mos murcham..." - disse-me um amigo há alguns aninhos, dizia ele para mim em fases da minha vida um pouco complicadas, esse amigo hoje está muito feliz e eu feliz com ele e com a vida...
Um bj a todos os amigos do mundo!!!

De zemaria a 23.06.2005 às 11:37

E esqueçeste-te dos amigos que deicham aqui comentários. Força Biscoito.

De fernanda a 23.06.2005 às 11:51

Os amigos, a par da saúde, são a maior riqueza que podemos ter! Depois dos filhos, é claro... Ou mesmo tudo ao mesmo tempo! Bj

De Miss Lust a 23.06.2005 às 12:07

Ol

De olhovivo a 23.06.2005 às 12:44

Com amigos assim, nunca se est

De Onigaishimaze a 23.06.2005 às 13:09

A beleza de cada um está no seu ser, naquilo que emanamos aos outros, e a força da sua alma ve-se nos seus olhos, mas só está acessivel a quem consegue ver. ;) *

Diz lá


Pág. 1/4



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D