Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Alguem me explica?

Confessado por Mulherde30, em 15.08.07

curiosidade.JPG
Fotografia: Mulher de 30


Tenho horas em que me sinto uma verdadeira lerda. Ou então não consigo atingir o ponto da questão.

Estava ainda do outro lado do mundo quando soube de um dito rapto de criança no sul deste meu país.
Deixou de ser rapto.
Uns a dizerem que estava aqui, ali, acolá. Que foi levada por uma rede de tráfico de crianças, que isto, que aquilo.

Bom, a minha opinião pouco ou nada conta. É apenas uma opinião. Mas faz-me confusão como uma mãe deixa de saber de um filho e são raminhos de flores e beijos e sorrisos.
Pronto, faz-me confusão.
Mas como disse é apenas opinião.
Não sei quanto tempo depois falam de sangue no dito quarto. E pergunto eu: este tipo de coisas não devia ser detectado naquela altura?
Bom, mas é apenas opinião de quem não percebe nada disso.

Já apanhei numa noticia ou outra a suspeita do envolvimento dos pais.
Não surpreende, de facto.

O que me surpreende é apenas o holofote que incide nestas pessoas. Como se fossem os unicos que ficassem sem saber de um filho. A ser verdade que não saibam. Porque se não me falha a memória, a mãe da Joana jurava a pés juntos que não.

Não consigo deixar de pensar em desespero, noites vazias, em branco. Em lágrimas, em braços vazios. Em tudo o que pode envolver um desaparecimento. E recordo sempre a mãe do Rui Pedro. Que acredito que conseguiu pelo menos que quase todos nós decorasse o rosto do seu filho depois de muita luta, sem estes holofotes a incidirem sobre si. E mesmo que não se saiba dele, a sua luta não foi em vão, mesmo que não tenha sido, nem de perto nem de longe, tão esmiuçada como este caso.


Pôrra... ninguem tem o poder de desaparecer. Ou está noutro lugar ou simplesmente sem vida.
A verdade é que ninguem ocupa o lugar de ninguem. Cada um que não deixa rasto, deixa familia, amigos, pessoas que lhe querem bem. Por isso, todos os que desaparecem são pessoas importantes que precisam ser encontradas.
Como pode uma pessoa desaparecer?
Mas desaparecem... e o que me deixa sinceramente triste, é que isso acontece todos os dias. Que aqui, no nosso pequeno mundo, desaparecem pessoas, algumas delas crianças.


E lamento que nenhuma delas, diariamente, ocupe as horas de informação, repetidamente, como se não existissem outras noticias. Lamento não ver uma fotografia estampada em todos os jornais, em todos os noticiários, sempre que alguem desaparece assim, do nada, sem rasto, neste meu país.
E quando noticiam um desaparecimento, não noto a mesma insistência.
Serão os desaparecidos portugueses menos importantes?

publicado às 22:23


Confessionário

De Just me a 15.08.2007 às 22:50

Ola Rakel!
Olha eu nem sei que conclusão ei-de tirar desta situção! o que mais me chateia , é o facto de estar uma criança desaparecida.
Já não sei se foi incompetência da policia,já não sei se foi negligência dos pais.
Mas duma coisa tenho a certeza! se fosse uma criança portguesa nada disto seria assim, certamente já teria sido esquecida. É merda de país que temos... bjs pra ti

De conde a 16.08.2007 às 11:04

Eu compreendo o teu ponto de vista mas,repara,é melhor dar enfase ao desaparecimento desta criança mesmo que seja só por ser inglesa,do que não dar a noticia de nenhuma e averdade é que nunca se falou tanto da mãe do Rui pedro como agora, mesmo que seja a "reboque".Tambem penso que a partir de agora as coisas vão mudar e que a projeção em casos futuros vai ser maior.
O que eu não entendo mesmo é como é que 3 crianças estão a dormir ás 7 horas da tarde,eu sou pai e nunca vi nada assim.Tambem não acredito que seja normal deixar 3 crianças a dormir sózinhas e ir jantar,houve asneira da grossa,mas sinceramente não acredito que os Pais tenham a vêr com o desaparecimento da menina . beijos

De Adriano Bichano a 16.08.2007 às 16:33

Faminto estou do teu prazer, menina,
Desejar-te toda, buscar-te, é minha sina,
meu objectivo, sonho e projecto.
Em pétalas lascivas
quero desfolhar-te,
sugar o teu néctar,
hei-de saciar-te
e realizaremos este amor secreto.
Deixa-me sugar-te, minha flor,
e em troca,devora-me, por favor...
Tem pena de mim, do que sinto,
vem para saciar-me,
que da tua carne
eu estou faminto...

E muito!!!!!

De mariano a 17.08.2007 às 12:39

N

De amoraxita a 18.08.2007 às 15:14

em como tudo na vida há uma primeira vez para tudo. e há algum tempo que vou lendo o seu blog. Gosto do que leio pois reavivam a minha memoria em muitas coisas. E desta vez não podia deixar de comentar, pois é um assunto muito falado e na minha simples opinião e face a saber muito pouco do caso, visto que acho um abuso que haja mais atenção aos casos de fora do que aos nossos casos. Infelizmente desaparecem crianças todos os dias em Portugal e ninguém liga a isso. Todo o caso julgo haver uma grande mentira por trás disto tudo. pela pouca informação que sei e se estiver errada peço desculpa; mas este casal só tem filhos graças ao grande avanço medico visto terem dificuldades pr tal, como isso, acho muito estranho num espaço de tempo tão curto de tempo esta senhora tenha engravidado duas vezes com ajuda medica; pelo o que sei é um processo demorado, doloroso e caro(sendo este ultimo aspecto menos relevante) todo o caso o corpo desta senhora de aparência frágil aguentaria tais tratamentos em menos de um ou dois anos??? acho estranho. Por muito que sejam médicos tenham outros recursos e conhecimentos e que a medicina esteja muito avançada defendo a teoria que a maddie não será filha deles. E visto que um processo de adopção na Inglaterra não é fácil (como em lado nenhum) julgo que tenha havido "trafulhice" e que agora há quem queira de volta esta criança. Bem mas isto não passa de uma mera opnião de alguém que muito pouco sabe do caso pois faço questão de saber muito pouco do assunto. Enerva-me pensar que uma mãe deixe 3 filhos a dormir sozinhos, mas o mais estranho é apenas um deles ser levado e ninguém se apercebe de nada! a criança há partida iria estranhar se alguém estranho a tentasse levar ao colo, rapidamente e sem dar nas vistas. Supondo desta forma o sucedido, mas certamente choraria de se ver com alguém estranho. Se realemente foi rapto foi por alguém que conhece a criança que a criança confia minimamente e que conhece toda a rotina destes pais. E agora o principal, o porquê disto tudo? numa conclusão da minha opniao estes pais estao a pedir muita ajuda e querem badalar muito o caso. Por isso defendo em muito a teoria de que esta criança não é deles e que eles ao badalar este assunto quando a verdade vier ao de cima têm o "amor" do auditório e com jeitinho tudo volta ao normal e de forma agradável.

E com isto deixo um adeus próximo, pois de vez em quando gosto muito de visitar este espaço. beijitos

De Rui a 21.08.2007 às 19:21

Eu também não entendo pêva do que se passa relativamente ao caso da menina desaparecida no Algarve. Para mim a história está muito mal contada!

De nene a 28.08.2007 às 13:34

Se estes pais fossem Portugueses já o tribunal de menores lhes tinha caído em cima, mas como são Ingleses e com certos poderes pelo que se tem visto… já não se faz nada.

De lilit a 07.09.2007 às 16:20

Concordo con tudo o que dizes e também sinto raiva pelas crianças desaparecidas quer em Portugal, ou Espanha, na Russia ou no Ecuador, que nao sao recordadas nem procuradas como a Inglesa loirinha. Mas, a culpa é apenas dos jornalistas e do povo, de todos nós que lhe damos mais importância, ela, coitadinha, nao tem culpa de ser Inglesa, nem loira e bonita, menos ainda de ter desaparecido e faço ideia do sofrimento do anjo se foi nas maos dos pais que encontrou a morte. Por tanto acho justo uma lembrança eterna pela miúda, pois deve estar por cima de tudo.

Diz lá



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D