Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



AMANHÂ TALVEZ

Confessado por Mulherde30, em 13.12.04

Depois de tanto tempo sem escrevr, voltei, para mal dos pecados de muitos.

Às vezes fico a pensar em como tudo isto a que chamam vida é tão engraçado... e o melhor é mesmo rir dela.
Passamos toda a vida a lutar contra o tempo e no final, na mágoa, ele é sempre o nosso maior aliado. Encarrega-se sempre de repor tudo no sitio...

Pelo menos comigo, o tempo é generoso, vai colocando umas rugas e tal mas ao mesmo tempo apazigua a dor...
É bem verdade que aqui dentro ainda existem muitas amarras e no entanto, ao olhar para trás vejo como este ano foi de mudança na minha vida...mudanças terriveis, é verdade... mas cá dentro, chego a ter orgulho em mim, por ter tido forças para continuar a vida de uma forma ou outra e não baixar os braços, simplesmente...

Há horas de abandono, de desinteresse, de solidão, de falta de carinho... isso sim, traz saudades, o carinho... ( Raquel, aqui podes dizer a verdade, dizeres que sentes falta do sexo), e do sexo. Sexo meigo, selvagem, longo, fugaz... ( que merda, que estas coisas não me saiem da cabeça, volta e meia e lá estou outra vez nisto! Fuck) mas adiante...

Todos sabemos que não somos eternos e no entanto, vivemos uma vida a adiar a vida... e é pena, mas eu tambem sou assim...
Amanhã faço, amanhã digo, amanhã vou...
Mas haverá um dia em que não haverá amanhã...
E as palavras acabam por morrer cá dentro... e é tão simples dizer " gosto de ti"...


Lá fiz o "penteado"... simples. Na hora achei que era sofrer demais para nada... só mesmo eu é que vejo... hehe mas fiquei assim, como dizer? POTENTE!

Pouco importa.
Eu sei que numa hora qualquer toda esta vontade será liberta... sei que num dia qualquer vou sentir um deslize de mãos pelas costas, um aconchego nos braços de alguem, olhar nuns olhos e saber que sou desejada, que querem derrubar as minhas barreiras, que sentem ânsia de me possuir assim, sem pudor, sem pensar... talvez...

Até lá, vou indo ao céu vez em quando, sozinha...o que é pena, porque ver o céu sem ninguem com quem partilhar essa paisagem não tem muita piada, e vamos combinar? A vida a dois é bem mais divertida...
Mas apesar de tudo, ainda bem que não sou maneta...
Deus existe!

E quem sabe se amanhã não serei feliz?

publicado às 21:36


Confessionário

De 25doido a 13.12.2004 às 23:02

Oi! acabaste por não descrever pormenorizadamente o penteado! :D agora a malta ficou coriosa! lol

De arqpatricio a 13.12.2004 às 23:30

rsss...essa do coriosa deixou curioso...mas pronto...tens razão Rakel a vida só faz sentido quando partilhada, quando temos alguem que nos complete. Quanto ao combinar...bem estou pronto para um terramoto a serio e nao um a brincar como foi o de hoje...bem me enganaram. telechuak..rssss

De alx a 13.12.2004 às 23:35

De haryhanne a 13.12.2004 às 23:36

eu penso exactamente como tu Rakel, tambem eu estou a passar por mudanças terriveis, mas eu nunca desisto de lutar por aquilo que quero, e tu deves fazer igual luta, luta sempre pelo que queres e não deixes nunca por menos, parabens pelo teu blog e força! coragem! felicidades
haryhanne

De isabel a 14.12.2004 às 00:20

Obrigada pelas tuas palavras. N

De eternous a 14.12.2004 às 00:32

Ol

De pedro a 14.12.2004 às 00:52

Temos sempre oportunidade para ser feliz no dia a seguir,seja com uma palavra ou uma atitude para com algu

De Daniel a 14.12.2004 às 01:22

Tens toda a razão, em tudo, como sempre, falas de ti e revemo-nos nas tuas palavras.
Tenho a certeza q vais ser feliz..
Ainda mais agora q estás POTENTISSIMA. bjs

De mokomaori a 14.12.2004 às 10:48

querida raquel, que bom voltar a ler o que escreves...apesar da tua tristeza e da tua solidão (igual a muitos de nós, diga-se!), consegues ter um calorzinho bom dentro de ti, calor de esperança, calor de desejo, calor que te faz olhar para o amanhã com força..ainda bem para ti!!!serás feliz concerteza....bj

De mulherde30 a 14.12.2004 às 12:15

P/ 25DOIDO:

Diz lá


Pág. 1/4



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D