Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As mãos...

Confessado por Mulherde30, em 10.03.06

hands_lg.jpg

Dia Internacional da Mulher.... mesmo em atraso, não podia de forma alguma deixar este dia em branco.
E nem é pelos grupos que se fazem e que saem de casa para comemorar. E nem é pelas bebedeiras, pelos risos, pelos homens que se despem e nos passam ao lado. Não...

É pela mulher em si. Pelas mulheres que ainda não o são, que são ainda meninas. Pelas mulheres que são mães, pelas outras que não o podem ser. É pelas mulheres que passam toda uma vida à espera. Pelas outras que lutam fingindo que não têm medo. Pelas que não têm medo porque nada têm a perder.
Por todas quantas lutaram por aquilo que hoje nos é permitido. Pelas que arriscaram tudo... na esperança de que a sua luta nunca seria em vão.


É pelas mulheres que usam as mãos em prol dos sentimentos bonitos...que com as mãos oferecem amor.

Pelas mulheres que brilham e pelas que ficam nas sombras. Pelas que sofrem e nos mostram um sorriso. Por aquelas que nos fazem sentir que é assim que queremos ser. Pelas sábias, pelas que sempre têm força.
É pelas mulheres coragem. Pelas que no silêncio nos dizem tudo. Pelas nossas cumplices e pelas que nos ensinam que amanhã o sol voltará a nascer. Pelas que compartilham connosco os sorrisos, nos dão a mão para nos levantarmos, nos lembram que aqui dentro há um coração.
É pelas que nos ensinam a rir por tudo, a chorar por nada, pelas que nos dão asas ou que simplesmente nos lembram que temos pés.
Pela mulher em essência pura do ser.
Pelas que nos demontram que é sempre pelo amor....


"Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema – e são de terra.
Com mãos se faz a guerra – e são a paz.

Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas mas
de mãos. E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas.

E cravam-se no Tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas.
Folhas que vão no vento: verdes harpas.

De mãos é cada flor cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade."

Manuel Alegre


publicado às 00:41


Confessionário

De sandra a 10.03.2006 às 11:42

Lindo, Raquel, como sempre..

Bom fim de semana

beijinhos
Sandra

De amigolosum a 10.03.2006 às 12:27

Estava estranhando e logo tu,deixar passar a data em claro.Tu e todas as outras mulheres s

De ana passos a 10.03.2006 às 13:59

Lindo!!! Gostei mais das tuas sabias palavras do que o poema propriamente dito.Sabes elevar a condiçao de mulher ao maximo.beijocas

De Alfinete de Peito a 10.03.2006 às 17:16

Não conseguimos viver sem vcs...Mulheres.

Temos dito.

De karina oliveira a 10.03.2006 às 20:14

Adorei esse poema. Ser Mulher é ser Especial... Um beijo grande

De katia a 11.03.2006 às 22:27

Olá Raquel, já voltei aqui para junto do Canal S.Roque. O que seria do Homem sem a Mulher? Não quero imaginar um dia sem vocês, Para todas as Mulheres que visitam este teu espaço um grande, grande beijo. Para a minha vizinha boazona, um grande abraço apertado. Bsj.

De Carlos a 14.03.2006 às 08:44

vem ter comigo .... e fica!!! http://vagueandoporti.blogspot.com/ (http://vagueandoporti.blogspot.com/)

De PULGUINHAS a 14.03.2006 às 10:29

SE ME DERES LICENÇA,GOSTAVA DE DIZÊR ALGO :NÃO DOU GRANDE IMPORTÂNCIA AO (DIA DA MULHER) PORQUE VEJO NESSE FACTO ,UMA ESPÉCIE DE DISCRIMINAÇÂO.
MAS DEPOIS DE LÊR,O QUE ESCREVESTE,PENSO QUE AS MULHERES MERECEM ESSE DIA,E TODOS OS DIAS DA ETERNIDADE.

P.S-FOI EXTREMAMENTE GRATIFICANTE,E ESCLARECEDOR LÊR O QUE ESCREVESTE SOBRE O ASSUNTO.
PEÇO DESCULPA POR ALGUM INCÓMODO QUE POSSA TÊR CAUSADO. OBRIGADO

De mulherde30 a 14.03.2006 às 22:07

P/ SANDRA: agradecida....b'jinhos

De mulherde30 a 14.03.2006 às 22:08

P/ AMIGOLOSUM: nem todas, mas ainda há aquelas que lutam para que essa beleza perdure...b'jinho

Diz lá


Pág. 1/3



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D