Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As mãos...

Confessado por Mulherde30, em 10.03.06

hands_lg.jpg

Dia Internacional da Mulher.... mesmo em atraso, não podia de forma alguma deixar este dia em branco.
E nem é pelos grupos que se fazem e que saem de casa para comemorar. E nem é pelas bebedeiras, pelos risos, pelos homens que se despem e nos passam ao lado. Não...

É pela mulher em si. Pelas mulheres que ainda não o são, que são ainda meninas. Pelas mulheres que são mães, pelas outras que não o podem ser. É pelas mulheres que passam toda uma vida à espera. Pelas outras que lutam fingindo que não têm medo. Pelas que não têm medo porque nada têm a perder.
Por todas quantas lutaram por aquilo que hoje nos é permitido. Pelas que arriscaram tudo... na esperança de que a sua luta nunca seria em vão.


É pelas mulheres que usam as mãos em prol dos sentimentos bonitos...que com as mãos oferecem amor.

Pelas mulheres que brilham e pelas que ficam nas sombras. Pelas que sofrem e nos mostram um sorriso. Por aquelas que nos fazem sentir que é assim que queremos ser. Pelas sábias, pelas que sempre têm força.
É pelas mulheres coragem. Pelas que no silêncio nos dizem tudo. Pelas nossas cumplices e pelas que nos ensinam que amanhã o sol voltará a nascer. Pelas que compartilham connosco os sorrisos, nos dão a mão para nos levantarmos, nos lembram que aqui dentro há um coração.
É pelas que nos ensinam a rir por tudo, a chorar por nada, pelas que nos dão asas ou que simplesmente nos lembram que temos pés.
Pela mulher em essência pura do ser.
Pelas que nos demontram que é sempre pelo amor....


"Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema – e são de terra.
Com mãos se faz a guerra – e são a paz.

Com mãos se rasga o mar. Com mãos se lavra.
Não são de pedras estas casas mas
de mãos. E estão no fruto e na palavra
as mãos que são o canto e são as armas.

E cravam-se no Tempo como farpas
as mãos que vês nas coisas transformadas.
Folhas que vão no vento: verdes harpas.

De mãos é cada flor cada cidade.
Ninguém pode vencer estas espadas:
nas tuas mãos começa a liberdade."

Manuel Alegre


publicado às 00:41


Confessionário

De karina oliveira a 10.03.2006 às 20:14

Adorei esse poema. Ser Mulher é ser Especial... Um beijo grande

O que pensas:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D