Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



CORAGEM

Confessado por Mulherde30, em 22.02.05

hesbrave2.jpg


Quantas vezes rimos, quando nos apetece chorar?
Quantas vezes damos coragem quando precisamos tanto dela?
Quantas vezes damos carinho desejando no fundo receber o mesmo em troca?
Quantas vezes amamos querendo apenas odiar?
Quantas vezes levantamos os olhos para o céu, apetecendo apenas enterrá-los entre as mãos e deixar de sentir?
Quantas vezes vivemos, quando só nos apetece morrer?
Quantas vezes matamos o que queremos que viva?

...Mas orgulho-me da coragem que tenho.
A coragem que me acompanhou em todos os piores momentos pelos quais passei, a coragem de bater com a vida de frente e não me deixar derrubar por ela. De lhe dizer que a morte não foi inventada a pensar em mim...que quero viver. Não me deixarei derrubar, isso não...
A coragem de decidir que a dor não me tornará numa pessoa oca e amarga.
A coragem de me levantar após cada queda...fosse no instante seguinte ou no seguinte momento.
Arregaçar as mangas quando ao meu lado todos me diziam que era melhor não, ou quando se davam por vencidos. Mesmo aqueles que me diziam: não sei como tens coragem...
Lutar enquanto valer a pena.

Sempre achei que basta o primeiro passo, depois a coragem vem por si só.
Coragem para dizer não, quando desejava dizer sim...quando com essa palavra me magoava muito mais do que quem a ouvia, mas dizê-la mesmo assim, por sentir que era o que tinha que ser dito.

A coragem de não me deixar levar por sentimentos mesquinhos, por não odiar nem ter rancor de quem me fez muito mal.
A coragem de acreditar que amanhã, o sol estará além outra vez, independentemente da tempestade que hoje possa existir.

É disto que sinto orgulho em mim...de mesmo nos piores momentos, continuar com a coragem de acreditar que tudo passará. Saber que as minhas lágrimas podem servir para me dar força e não só para mostrar que sou fraca...

E coragem para ter a humildade de baixar os braços e encostar as armas...quando vejo que afinal a luta não vale a pena...
Mas não bato com a porta sem antes encarar a puta da vida e lhe dizer:
-fode-te...

publicado às 16:05


Confessionário

De amanda a 22.02.2005 às 16:00

ISSO MESMO RAKEL!!! o ódio e o rancor fazem rugas e a vingança... como acabei de dizer agora a um amigo... a vida trata dela por mim! continua com essa força e embora (em certas batalhas) possas ser vencida jamais te convencerão do contrário!

De Zuco a 22.02.2005 às 16:18

Grande mulher de 30...Retribuo o beijo na mão que em tempos me deste.

De zemaria a 22.02.2005 às 16:57

Força trintona! Vejo-te, de dia para dia, cada vez mais decidida. Que se fodam as depressões! Estás em mutação.

De Aragana a 22.02.2005 às 17:57

Bem dito!!!! Ah ganda mulher!

De papoiladiscreta a 22.02.2005 às 18:29

A tua coragem perante tantas intempéries da tua vida, só prova que, além de seres uma grande MULHER, és também exemplo. Que nunca deixemos de lutar por dias melhores, mesmo que tenhamos de levar a maior pancada. Beijinho

De msdos a 22.02.2005 às 19:03

Pois pois muda de assunto! Não penses que não nos vais contar o tal sonho que sonhaste acordada!

De Daniel a 22.02.2005 às 22:04

Infelizmente, penso que cada vez que é necessário recorrer a essa coragem, matamos um bocadinho da criança que transportamos, bom era se tudo fosse mais simples, ou melhor, se vissemos as coisas de forma mais simples...

De IzNoGuud a 22.02.2005 às 22:05

Já acho que a coragem, foi apenas o resultado de nós estarmos tão fartos de 1 situação, que já nem nos importávamos em mudar... fosse de q forma fosse.

Raquel tu não escreves para nenhum pasquim :D olha lá...

Um beijo e um sorriso

De Luar a 22.02.2005 às 22:43

Posso usar um bocadinho dessa tua força? Eu por vezes sinto-me tão tentada a "baixar" os braços... Talvez por isso "isto" me tenha acontecido, para me abanar (mais uma vez) mas porra não era preciso ser desta maneira!
Beijos grandes

De blogui a 22.02.2005 às 23:29

Só para deixar um beijinho para uma mulher corajosa! Assim é que se fala! Força, continua!

Diz lá


Pág. 1/9



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D