Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Eden...

Confessado por Mulherde30, em 04.11.07

Há dias assim, melancólicos. Nem sequer sei ao certo se posso dizer que é por causa do Outono. Pode ser apenas um estado de alma. A alma por vezes adormece. Foge. Escapa-se por momentos.


Anoitece mais cedo. Apetece lareiras e mantas e amor. E uma tranquilidade doce, que nos faz esquecer e sobrevoar em voos rasantes a realidade dos dias.

Se calhar precisava apenas de ter a tua ternura espalmada na pele. De ter o teu carinho a apertar-me a alma.
Se calhar precisava apenas dos braços entrelaçados em abraços e sentir.
Sentir que sim. Sentir cá por dentro, no fundo onde faz eco, que estares perto é saber que afinal, a vida faz sentido.

E sentir na pele um arrepio, sentir o calor dos corpos, o compasso dos corações e libertar a alma, deixá-la partir sem a prender. Ela sempre volta, sabes?
Ouvir uma melodia e deixar-me levar por todos os outros sentidos.

Se calhar... é assim, nos gestos simples, que nos aninhamos num embalo doce de paraíso.

publicado às 21:12


Confessionário

De conde a 04.11.2007 às 22:05

No inicio do fim de semana,estava eu no cais,a pensar o que iria fazer nestes dias,chega um casal apressado,ambos pelas tuas idades,foram para o veleiro dele,ofereci-me para ajudar a aparelhar as velas,agradeçeram,a ideia é ir até valada(pequena vila perto de Santarém numa zona em que o rio tejo adquire uma particular beleza)tinham que aproveitar a maré,são os ultimos cartuchos,antes do tempo mudar e o frio ea chuva chegar.Fiquei no cais a vêr as velas enfunar com a brisa de sudoeste...deve haver milhões de maneiras de passar um fim de semana ,mas aqui e agora não me lembrava de nenhuma mais perfeita.
È assim Raquel ás vezes os deuses estão connosco,outras vezes ...não,outras vezes assim assim,escolhe a tua e admite que ás vezes somos nós os sortudos.

De carla a 04.11.2007 às 22:11

O outono também me faz sentir assim... dá vontade de fazer como alguns animais e adormecer, acordar só na primavera... acho que é mesmo dos dias mais curtos e das noites mais frias... Ainda hoje ao acordar me dei conta de como este friozinho me começa a adormecer os sentidos...

De valordascoisas a 04.11.2007 às 22:47

apetecem mantas... apetecem carinhos e ternuras dadas e oferecidas com muito amor :D

De chamarrita a 05.11.2007 às 01:50

Eu vivo do sol, da luz e do mar... com a chegada do Outono sinto sempre um aperto no peito...
Sou trintona, o meu amor está aqui presente fisicamente... apenas fisicamente? Ou à espera de decidir afinal o que pretende fazer da sua vida?
Os silêncios são tão ruidosos que chegam a ser insuportáveis, os aconchegos há muito deixaram de existir. E eu? Eu espero, que ele me volte a encontrar do mesmo modo que um dia nos encontrámos e que eu volte a ser o seu amor... Esta espera tem de ter um fim...mas não o consigo agendar... e enquanto espero choro, pelo que um dia tivemos e prometemo-nos nunca perder...

De Kamui a 05.11.2007 às 13:16

Se duvidar, é essa a felicidade que tantos buscaram, mas poucos foram capazes de apreciar...

De chamarrita a 05.11.2007 às 15:26

Espero..porque procuro esta felicidade para poder novamente tornar a apreciá-la

De euzinha a 05.11.2007 às 22:55

Começar a semana ao som de uma colectânea destas é simplesmente delicioso...desejo-te uma óptima semana.B'jokas

De Bijouxka a 06.11.2007 às 12:52

...........
Boa semana.

De nene a 06.11.2007 às 13:37

BoaZona; não deixes adormecer a alma, a vida é curta e a alma vai ter muitos anos para descançar... mmmmmmmuuuuuuuuiiiitos anos. beijos. "Um pacito p´ra lante Maria, um pacito p´ra traz..."

De amigolosum a 07.11.2007 às 22:05

Diz lá


Pág. 1/3



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D