Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Em toda a parte...

Confessado por Mulherde30, em 09.09.07

urban romance.jpg
Fotografia: ?


" A distância é um fogo onde vou chegar
num abraço fechado para te levar
Por campos abertos, por onde puder
levar-te por dentro para não te perder.


Nem com mil tormentas
que arrasem o mundo.

Em qualquer lado onde quer que eu vá
levo no corpo o desejo de te abraçar
Em toda a parte
onde quer que o sonho me leve
hei-de lembrar-me de ti.
Por outros caminhos hei-de vaguear
num abraço fechado para te levar.
E há uma canção
que um dia aprendi
eu hei-de cantá-la
a pensar em ti..."

Em jeito de confissão, posso dizer que estou cheia de saudades. Posso dizer que esta distância que sinto no corpo não a sinto na alma e mesmo assim, trago no peito a ansiedade de quem espera por um abraço que tarda em chegar.
Saio com as amigas, estendemo-nos em concertos três dias seguidos na Festa do Leitão. Canto, brindo, salto, rio... Canso o corpo e não consigo dar descanso à alma.
É que sabes?, nada tem o mesmo sabor. Ocupo o tempo e os espaços em branco e faltas sempre tu.
Sei que para quem espera, o tempo corre devagar. Mas a mim, parece-me que é mais que tempo de deixar de esperar.
Volta depressa...

publicado às 16:39


Confessionário

De F a 09.09.2007 às 21:06

Está quase!! Nem vale a pena definir tamanhas sensações. São de tal forma especiais para se poderem definir ou explicá-las. Apenas te sei dizer que as conheço embora de outros tempos!

És uma pessoa apaixonada e não há nada tão bonito quanto isso!

Um beijo

De just me a 09.09.2007 às 21:10

Olá Raquel!

Recordar é fácil para quem tem memória, esquecer é difícil para quem tem coração.
Bjinhos!!

Estou em fase de regeneração vou partir mas Hei-de voltar.



De Anita a 10.09.2007 às 10:42

Bolas, que até me arrepiei... Consegues colocar por escrito o que se passa aqui por dentro. Já estou cansada de esperar... Jinhos a ti

De Nene a 11.09.2007 às 13:17

BoaZona, belo sentimento. Só não compreendo com tantos gajos cá sem fazerem nenhum... e vais logo arranjar um que nunca está cá. É preciso ter azar, vamos lá nós entender isto. Beijos.

De mulherde30 a 11.09.2007 às 23:53

P/ FÊ: puxa, mas podia ser mais fácil, não? (como se alguma coisa fácil valesse a pena!)heheheeh... b'jinhos

De mulherde30 a 11.09.2007 às 23:56

P/ JUST ME: essas partidas, por regeneração, são sempre importantes. O que quer que faças, onde quer que vás, sempre te fará crescer por dentro e ver talvez o mundo numa plenitude diferente. E volta sim. Porque nenhuma partida faz sentido sem regresso. Boa sorte e cá esperarei por noticias tuas... b'jinhos

De mulherde30 a 11.09.2007 às 23:57

P/ ANITA: Pelo menos assim, já somos duas. Talvez o sofrimento fique dividido... b'jinhos

De mulherde30 a 11.09.2007 às 23:59

P/ NENE: se não compreendes, eu explico. É que esses ditos gajos, mesmo estando cá, sempre arranjam desculpas para não estarem. E depois vêm sempre com aquela conversa da treta, do de vez em quando, da amizade colorida, enfim... quecas sem compromisso. Sou do século passado, não tenho paciência, vontade nem sequer paciência para aturar esses ditos gajos. Por isso, prefiro um que muito se ausenta que outro que mesmo presente, nunca faz parte da minha vida. Creio que assim, já deves ter percebido um pouco melhor... heheeheheheh... b'jinhos

De valvcite a 13.09.2007 às 18:20

Sem esitar........

De Segredo Cor de Rosa a 13.09.2007 às 22:08

Amanhã lá vou eu à Inbicta.
No regresso se der ainda páro por aí para te dar um beijo e um abraço.
E reza por mim. A ver se é desta que desencalho...
Gosto muito de ti.

Um beijo

Diz lá


Pág. 1/2



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D