Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Encontra-me...

Confessado por Mulherde30, em 11.03.07

ponte de rio.JPG
Fotografia: Raquel

Daqui a nada, é Primavera outra vez...
Procura-me, enquanto não chega a Primavera. Procura-me nas palavras, nos livros, na corrente de um rio, na água do mar, nas areias da praia.
Procura-me na distância, na saudade, no que nunca chegou a ser.
Procura-me em ti, talvez esteja lá.
Procura-me nas coisas simples que se sentem, nas cores, nos odores, nos risos.
Procura-me nos sons de musica, num dar de mãos.
Procura-me no céu negro, nas estrelas, numa lua redondinha, de tão cheia.
Procura-me num olhar que te consegue ver.
Procura-me no azul do céu, num voo de gaivota, nos raios do sol.
Procura-me... talvez assim, um de nós, me consiga encontrar.

Agora, que daqui a nada é Primavera outra vez, já só espero que brotem as flores, da árvore que plantei. Só para não sentir que tudo o que foi cuidado com carinho, tenha sido em vão.
Enquanto isso, resta-me viver a vida, o melhor que sei...



publicado às 19:23


Confessionário

De mi a 11.03.2007 às 20:45

Hoje podia ser uma outra noite qualquer. Podia estar deitado na cama contigo a meu lado. Podia estar a vêr-te adormecêr. A ouvir a tua respiração calma enquanto te enroscavas junto a mim. Podia estar a mexêr no teu cabelo e sentir o calôr do teu corpo junto ao meu. Podia estar a acariciar a tua cara com as minhas mãos e pensar no quanto gosto das ruguinhas dos teus olhos.




Podia estar a pensar em como era bom estares ali a meu lado. Apenas estares. E enquanto me encostava a ti e te abraçava, podia estar a pensar em como iria ser bom acordar a teu lado na manhã seguinte. Acordar-te com um beijo enquanto te dizia "Bom-dia amôr". Abraçar-te e rebolar contigo na cama.


Tomar banho contigo, mordiscar-te o pescoço enquanto te esfregava as costas e tu me dizias para parar ou "iriamos chegar atrasados"...




Tomar o pequeno almoço contigo e sentar-te no meu colo enquanto ficava parado a vêr o teu sorriso lindo.


Poderiamos saír de casa de mãos dadas sem recear nada nem ninguém. E, por momentos, olhar para ti e dizêr-te "Estou feliz".




Hoje podia ser outra noite qualquer e eu não estar longe de ti.

De conde a 11.03.2007 às 22:52

Se foi cuidado com carinho...então não foi em vão...é o que me apetece dizer,e a primavera fica bem contigo,e tu, vais recebê-la de braços abertos,afinal és a pocahontas.
Não disse nada de jeito,e á medida que fores desmembrando a tua teia mais coisas sem jeito vou escrever até que um dia a sombra extingue-se (é por ser domingo á noite)adeus minha linda.

De just me a 12.03.2007 às 01:16

olá rakel!
Por mim não necessito mais de procurar, encontrei no teu blog algo que á muito procurava.
Encontrei uma pessoa que escreve com sentimento e paixão, que não tem medo de exprimir os seus sentimentos de uma forma genuína. Não te conheço, más de uma coisa sei, que as tuas palavras não me deixam indeferente. Não posso gostar de ti porque não te conheço, más estou perdidamente apaixonado pelas tuas crónicas.

bjs e continua.

De Concei a 12.03.2007 às 09:43

Avancemos com o amor

avancemos com o amor
porque a partir de hoje
esquecemos tudo o que
nos soa a duvidoso
valor estendemos nas
mãos o tecido das nossas
trocas amor vem comigo
retomar o caminho em
que nos soltámos um dia
em passeios pela
alma

Poema da autora “Marita Ferreira” do livro “Múltiplos de ti”

Vale apena reflectir neste poema está cheio de verdade
Beijinhos
ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com (http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com)

De alexandra a 12.03.2007 às 09:46

ola mulherde30
mt sentidas as tuas palavras
mas eta cena de comentarios...mt engrassada
o k eu me divirto ao lelos...jejejeje

De zemaria a 12.03.2007 às 13:36

Encontra-me? rsrsrs......cadê vc? quando voltas ao lar?

De Rui a 12.03.2007 às 13:37

Ahhh...Uma flor entre flores, que bonita imagem. Adoro a primavera, e concordo com quem disse que a primavera te fica bem. Acredito que mais cedo ou mais tarde quem semeia sempre colhe, e além disso acredito também que se semeares amizade e carinho vais colher amor. Admiro-te! Já o disse, eu bem sei, mas nunca é demais dizer o quanto gostamos de alguém. Beijinho grande.

De nene a 12.03.2007 às 13:41

BoaZona, Dá mais desejo procurar-te onde tu já não estás. Não por medo, mas sim por vontade de voltar atrás. Uma Beijoca

De M a 12.03.2007 às 13:47

Aproveita a Primavera e abre-te ao mundo como uma flor se abre num jardim.
Algures, entre os que te rodeiam ou os que te procuram, está alguém para te aquecer, para te tocar, para te sentir. Serás mais tu, depois disso.
Aproveita mulher.
Doi-me o coração sentir a tua tristeza (mais nuns dias do que noutros) e sentir, ao mesmo tempo, o que tens dentro de ti, pronto a explodir em felicidade para ti e para alguém mais.
Deixa isso tudo sair...

De Brain a 12.03.2007 às 16:08

Nada que é feito com carinho é em vão. Se a memória o esquecer, os sentidos e sentires, encarregar-se-ão de a avivar. Beijo.

Diz lá


Pág. 1/4



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D