Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Leve beijo triste...

Confessado por Mulherde30, em 10.04.08


A música preenche o silêncio.
E sabe tão bem, do nada, preenchê-lo assim.
Deixo-me levar… e se fechar os olhos, quase sinto na pele esse leve beijo. Mesmo que triste.

E de repente alguém que do nada, me dá a mão e me embala docemente a alma.
Alguém que sem saber me faz recuar no tempo. Voltar a uma época muito mais despreocupada. A uma época em que me via no topo a ver o meu pequeno mundo dormir.

Como se do nada, abrisse o baú de memórias, escondido por um véu lilás e descesse sobre mim, manso e macio roçando delicadamente a pele da saudade, como anjo.

E ouvir uma música que um dia sentia a embalar o meu destino como se tivesse dedos finos. Quando ainda não sabia que não existia destino. Ou que se existe, melhor não pensar para nunca deixar de lutar.
Re-pensar todas as voltas que dei sem nunca sair do lugar. Re-sentir todas as coisas que de grandes, não cabem em palavras. Re-viver tudo o que houve de mais fundo.

Viver de novo, por instantes, essa vida que vivi e sentir todas as mudanças que sofreu. E que sofri.

Ouvi-la de novo, tranquilamente, renovada. A música e eu...

Sabe tão bem...

publicado às 20:28


Confessionário

De NENE a 10.04.2008 às 23:13

BoaZona, fizeste-me levantar da cadeira e aplaudir-te de pé, estas tuas palavras acompanhadas desta musica a qual não tenho palavras para a descrever, dão vontade de reviver todo um passado que nos fizes-te-me viver aqui na tua casa. Mais uma vez de pé aplaudo esta este post. Parabéns, não deixes fechar o tasco. Beijos.
(fui o primeiro)

De Brain a 11.04.2008 às 19:15

Rakel, e ao som desta música, recordo tempos idos, em que passei momentos sublimes, deslumbrado com os teus escritos, e sempre sempre com um sorriso nos lábios, e uma admiração no sentir, pela tua capacidade. Um Beijo Meu.

De Brain a 11.04.2008 às 19:17

Rakel, e ao som desta música, recordo tempos idos, em que passei momentos sublimes, deslumbrado com os teus escritos, e sempre sempre com um sorriso nos lábios, e uma admiração no sentir, pela tua capacidade. Um Beijo Meu.

De Amaral a 15.04.2008 às 00:35

Desejo a todos os que tiveram a paci

De AnnaTree a 16.04.2008 às 11:58

Rakel adorei. por coincidencia tb postei o mesmo video na minha arvore. Hj tomei a liberdade de te aconselhar como sugestão de navegação.
Gosto de te ler.
anna tree

De AC a 16.04.2008 às 16:27

O silêncio é composto de música...
Aquela mais suave... que nos conforta!
Aquela que nos beija... sem pedir-mos!
E no silêncio o conforto surge, porque apesar de sós... Somos simplesmente Nós!

Parabéns pelas tuas palavras. Não transformes o sentimento em raiva... e continua a ser bonita!

De mulherde30 a 30.04.2008 às 17:00

P/ NENE: tambem eu te aplaudo. Porque num dia triste cheguei a casa e tinha no meu correio um carinho teu. Esta musica. Obrigada por isso. E por todas as outras coisas que me fazem sentir por ti esta ternura...b'jinhos

De mulherde30 a 30.04.2008 às 17:05

P/ BRAIN: Agradeço-te esse carinho. Tambem eu nutro por ti uma admiração grande. Não só porque as palavras te permitiram voar mais longe como tambem porque me dizes assim, um dia, que te fiz soltar a vontade de voltares a escrever.E saber isso, fez com que escrever tivesse um retorno em vidas que nem se conhecem. Escrever por mim e por outros. E escrever acaba por valer sempre a pena. Agora vejo-te nesse percurso de sucesso, e inevitavelmente fico feliz por ti. Obrigada. B'jinhos

De mulherde30 a 30.04.2008 às 17:07

P/ AMARAL: há horas assim. Em que determinamos um fim. Ou fim fim que determinámos ainda antes de se escrever a primeira frase. Obrigada pelo tal eterno momento de felicidade que me desejas. Mesmo quando ambos sabemos que poucas são as coisas que podem ser eternas... b'jinhos

De mulherde30 a 30.04.2008 às 17:08

P/ ANNA: Coincidência? Nã, vontades semelhantes. Dizem que não há coincidências. Talvez tenham razão. Deixa-te ficar por aí. Nem sempre escrevo, mas afinal, já escrevi tanto!... b'jinhos

Diz lá


Pág. 1/2



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D