Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Memórias.... para partilhar (II)

Confessado por Mulherde30, em 15.05.06

P4260059.jpg
Fotografia: Raquel (eu mesma)

Dia 27 de Abril, Évora, uma hora da madrugada, 19º...
Jantei na Adeguita do farrobo. Foi um jantar só mas não solitário. E as migas de espinafres, o queijo o pão... tudo faz pensar que nem sempre ter companhia significa estar acompanhado.
O vinho branco deixou-me inebriada... e quando saí, apeteceu mesmo foi caminhar de mãos dadas ou em abraços.
Mas fui sozinha. A vida lá vai ensinando que de nada vale insistir na companhia.
Caminhei por toda a cidade...


Ouvi-a, escutei os passos de todos quantos estiveram aqui, neste mesmo sítio, ao longo de tantos anos...


E ouvi-me... com um céu imenso a pulsar por mim.


Como confissão: E porque por vezes me dá para isto, porque não partilhar com quem aqui vem, uma das minhas muitas formas de ver o mundo?

publicado às 22:16


Confessionário

De Bruno a 16.05.2006 às 08:14

Bonita forma de ver o mundo, por vezes é assim necessitamos da "Solidão" para perceber o rumo que queremos dar a "nossa" vida. Beijinhos muito grandes

De ernesto a 16.05.2006 às 08:52

Olá Vizinha, Numa confissão em tempos com uma amiga, ela diz-me assim “ Por vezes tenho de sentir-me bater no fundo do mar para ter forças e emergir com toda a garra para a vida” espero que te sintas também com forças para emergir, Boazona que é Boazona, não pode sentir-se assim. Como sabe bem andar sozinho no meio da multidão
falar com todos, mas só nós nos podemos escutar. 1 Abraço Boazona (Katia).

De Sandra a 16.05.2006 às 14:41

sabes Raquel,
Eu acredito que estes momentos de solidão nos fazem bem. E enquanto não encontrares a tua companhia ideal (e não estou a falar só de homens), mais vale caminhares e aprender a ver a vida como a vês. E gosto da forma como a vês.
E consigo sentir o que sentes.
E admiro-te, porque eu acho que não conseguiria andar por aí sózinha, a passear descontraidamente.

beijinhos
Sandra

De Brain a 16.05.2006 às 16:22

As memórias, são algo que devemos reter, porque nos ajudam a construir o futuro; partilhar, porque nos ajudam a compreender; e lembrá-las, para que o amanhã seja sempre melhor que o hoje. Sou teu leitor assíduo, embora nem sempre comentador, porque nem sempre os comentários são complemento. Adoro o que leio escrito por ti. Keep writing. Keep sharing. Kiss.

De mulherde30 a 16.05.2006 às 22:27

P/ BRUNO: dizem que quem escreve nunca está só. E sabes? é verdade.... por vezes é preciso estar longe e a sós para perceber toda a nossa vida...é como que se a víssemos pelos olhos de alguem e tudo fica tão mais ameno....b'jinhos

De mulherde30 a 16.05.2006 às 22:29

P/ ERNESTO: sabes vizinho, digo muitas vezes isso. deixem-me sofrer tudo, não queiram aliviar a minha dor ou fazer com que eu a esqueça...quero ir lá ao fundo para depois, num impulso vir à tona e sorver toda a vida de um targo só. Estou a emergir...gaja que é gaja nunca desiste, sabes disso....b'jinhos

De mulherde30 a 16.05.2006 às 22:31

P/ SANDRA: claro que és capaz. Se um dia o fizeres, verás que não custa e depois, só vais querer repetir. No meio do nada encontramos muitas coisas....b'jinhos

De mulherde30 a 16.05.2006 às 22:33

P/ BRAIN: e por tudo isso quero partilhar com pessoas como tu que vêm aqui escrever um pouco da forma como vêm o que eu vejo e ler tantas coisas que trago em mim. Desta vez abriu a época da fotografia....b'jinhos

De karina oliveira a 16.05.2006 às 22:53

Ja la estive mas foi durante o dia e passeei acompanhada. Tempos que já não voltam. Tempos que o tempo levou e não sei se os voltará a trazer...
Tempos em que sorria por ter companhia.

Hoje sorrio por ser sozinha mas por ter saúde, amigos e uma familia que amo e que me ama sem condições.

Um beijo

De mulherde30 a 20.05.2006 às 13:47

P/ KARINA: e enquanto deres valor a tudo isso, serás feliz...b'jinhos

Diz lá


Pág. 1/2



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D