Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O cair do pano...

Confessado por Mulherde30, em 20.08.06

bailarina.JPG
Fotografia: Raquel


Aprontei-me para não chegar tarde. Queria ficar perto do palco, para te ver.
Cá por dentro, um medo de que erasses os passos ou que não acompanhasses as meninas que já são mais velhas que tu.
Mas não... todo o espectaculo e eu ali, a sair-me orgulho por todos os poros, uma tia babada.

Tu com um vestidinho cor de rosa, como as princesas dos contos de fadas, eu a ver-te entre um passo e outro, como se me estivesse a ver a mim, mas em épocas diferentes. Eu aos 30 a ver-me dançar aos 7.

Dizem que és parecida comigo. E és.
Mas sei que tu vais tornar-te numa mulher bonita. Sei que vais ser delicada, sensivel. Sei que verás o mundo de uma forma diferente das outras mulheres que te rodeiam, e por isso te sentirás diferente, quando só quererás ser igual. Para ti, viver, terá um significado muito maior. E sei que tu não vais ficar indecisa entre caminhos a escolher. Sei que ao decidires não vais olhar mais para trás, mesmo que à noite, no escuro do teu quarto, sintas que toda a tua vida podia ter outro rumo se...
Mas esse "se" nunca será de arrependimento. E sei tambem que terás sempre a coragem de seguires em frente, mesmo que a vida te maltrate e magoe, mesmo que a vida te queira obrigar a sentires-te perdedora, mesmo que a vida nunca te conceda a felicidade de viveres todos os grandes amores e passes por ela apenas carregando-os no teu coração. Sei que em todos os desgostos, a esperança, nunca te abandonará. Acreditarás sempre que um dia, tudo pode ter um final feliz. E passarás pela vida sorrindo... mesmo que em ti chorem baixinho todas as decepções. Heroína....e as heroínas morrem em pé.

Eu sei que pela vida fora me continuarás a provocar este nó na garganta sempre que sinto este orgulho de ti.
E estes olhos, sempre rasos de água.
Cai o pano e eu, em pé, a aplaudir-te a graciosidade de menina.
Vieste ter comigo e por entre abraços, disseste-me:
- Tia, esta dança foi para ti. Agora sou bailarina, era o que tu querias ser, não era?


Era...há muitos anos atrás, tambem eu queria ser bailarina, nos meus sonhos de criança. Um sonho que nunca pude seguir...e ver-te, foi concretizar esse sonho pelos teus pés...

publicado às 03:49


Confessionário

De Anabela a 20.08.2006 às 04:43

Todos os Rioavistas têm de se mobilizar... Domingo dia 27 de Agosto estamos todos convocados para apoiar o nosso RIO AVE...

De Harmonia a 20.08.2006 às 15:00

Até que gostaria de te provar que estás enganada acerca do que me respondeste. No entanto não creio que isso valha de alguma coisa, uma vez que não é com esta idade que vais precisar de quem te dê alguma luz ao caminho que segues. Considero também que seria falta de delicadeza da minha parte. Compete-me respeitar as tuas convicções e esperar que um dia penses que deverias ter dado razão a alguém antes. Beijo e até um dia...

De mulherde30 a 20.08.2006 às 19:21

P/ ANABELA: sim...heeheheh...b'jinhos

De mulherde30 a 20.08.2006 às 19:22

P/ HARMONIA: posso estar, mas sabes? se penso assim é porque aprendi com a vida que tive. Um dia, tudo pode mudar...tu sabes. B'jinhos

De Rui a 20.08.2006 às 22:33

Muito bem escrito Raquel. Estaremos por ventura a assistir ao surgimento do instinto maternal em ti?
Parabens e beijinhos.

De ernesto a 21.08.2006 às 00:18

Como

De mulherde30 a 21.08.2006 às 11:46

P/ RUI: se por um lado era o melhor que me podia acontecer, por outro era o pior. E claro que o tempo me foge por baixo dos pés, até encontrar quem queira ser pai e que queira partilhar uma vida comigo, vai levar uma eternidade, quando acontecer já a vontade passou. E isto de ser-se mãe sozinha... não sei. Por um lado sim, mas por outro (pelo lado da criança) não...quem sabe um dia?...b'jinhos

De mulherde30 a 21.08.2006 às 11:47

P/ ERNESTO: tem a sua magia, sem duvida...b'jinhos

De karina oliveira a 21.08.2006 às 20:48

Não há nada melhor do que o orgulho por aqueles que têm o nosso sangue a correr nas veias...
Eu bem me parecia que o teu sonho de menina era mesmo ser bailarina... Fazes da vida um salão de baile e por isso tens sempre um sorriso nos lábios...

Um grande beijo e devo dizer que a tua escrita, está cada vez mais, ao mais alto nível.
És realmente, Do Best!

De S a 22.08.2006 às 11:43

Este teu texto é uma delicía, amei.
Venho aqui muitas vezes ler-te, vá-se lá saber pq, se calhar é por ser tb uma mulher de 30...e mais alguns.E hje não resisti, a deixar-te aqui um comentário; sózinha, mal ou bem acompanhada, a única coisa q de facto vale a pena, e que dá sentido à nossa vida são os filhos.São o amor maior, e surgem na nossa vida para nos relembrar que, só por isso já valeu a pena..

Bjos meus
São

Diz lá


Pág. 1/2



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D