Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Outono...

Confessado por Mulherde30, em 09.10.05

kelly barreto.jpg
Fotografia: Kelly Barreto


Hoje, mais que caminhar, escutei os meus passos...

E protegida pelo silêncio que me embalava, percebi que já é Outono. As folhas, aos poucos vão deixando os ramos das árvores e as resistentes, as que permanecem, vão ganhando mil tons de de laranja.
Aos meus pés, as folhas secas espalhadas pelo chão, tão frágeis...

Hoje, mais que caminhar, escutei os meus passos...
Lá fora, já é Outono outra vez...

publicado às 22:42


Confessionário

De bcool a 10.10.2005 às 00:12

Por aqui j

De Paula a 10.10.2005 às 00:53

Um sentir de outono muito bonito! Um abraaaa

De Tio Neon a 10.10.2005 às 01:20

Gostei muitos dos teus textos, Rakel, muito suaves e nostálgicos, fazem-me lembrar coisas que ainda lá estão na memória, mas nem sempre presentes. De qualquer forma, parabéns. Talvez volte. Para tentar perceber como uma mulher de trinta pensa. Vocês são uma complicação... ------------Beijos.

De Passo a 10.10.2005 às 10:00

outono ai esta uma estacao q adoro .. a chuva o cinzento o ficar em casa junto a lareira :)

De golfinha a 10.10.2005 às 10:14

pois é... o meu verão tá a fugir... mas a chuva n há meio de cair, e tá a fazer tanta falta!!!
dsc a ausência, tenho vindo mas sem conseguir comentar, n sei pq... a mnha net tem andado maluca... bjinhus

De Karina Oliveira a 10.10.2005 às 12:01

E a chuva saiu do seu cantinho e resolveu aben

De Maria a 10.10.2005 às 12:47

... o c

De JesusRocks a 10.10.2005 às 17:00

Por aqui também já se notam as cores do Outono mas a temperatura continua de Verão. É muito porreiro andar à chuva de t-shirt.

De Sam a 10.10.2005 às 23:15

Toda una humanidad el semen vierte/

Mujer /
hija del trago y del sueño /
tienes el beso de bronce y el cabello repleto/
y es tu cuerpo de lejana fruta/
el alma del amor y de la vida./



évana dio a su adáno la flor del Paraíso./
Era la contraseña para entrar a la Playa Terrenal.
La ramita verde fresca,/
la flor morada enflorecida de pétalos rojos./

Una gran roca atisbaba en el horizonte la/
distancia de la soledad./
Era el sitio de los Sauces,/



el sagrado sitio donde el deseo dio a luz al
mundo./
El agua dulce va naciendo de la arena/
para dar vida a la pareja que reviva al
universo nuevo./

Y en el vientre de Évana, Adáno regó su
simiente blanca/
para crear sabiamente la otra humanidad./

Ésta, la nuestra, la indígena y americana
humanidad./

MANUEL FEDERICO PONCE

Beijo & Abraço Libertário Raquel! :-)

De paraquedista a 10.10.2005 às 23:15

Mulher de 30, mas que frondoso é o teu carreirinho... O outono é mesmo lindo, as cores são inebriantes. Muito boa sorte.

Diz lá


Pág. 1/4



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D