Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Pensamentos em inicio de madrugada (parte III)

Confessado por Mulherde30, em 13.04.05

pecado-de-amor22.jpg


Deitada na minha cama penso em tudo o que ouvi. Deitada nesta cama onde já não habitam corpos nem sombras nem almas...só eu. Eu que sou tanto no meio de nada.
Penso que afinal, ninguem é sozinho...ninguem tem apenas uma boa coisa... há outras coisas, tantas, que nos fazem felizes. Eu sou feliz.
Por ter por perto quem me ama como sou, que não me quer mudar. Que me dá a mão e não me deixa ter medo. Alguem que caminha de braço dado comigo e que nada pode separar. Sou feliz por ter perto de mim quem me olha com ternura. Quem me olha e me vê... muito para alem de tudo aquilo que sou...muito alem de todas as confusões que tenho em mim. E a vida fica tão mais fácil!

Tu vieste. Hoje. Não podia ser de outra forma. Tinhas que ser tu...quem mais? Não me condenas. Não me pedes mais do que o que dou...e dás-me tudo de ti. Sentimento sublime este... damo-nos...damos o que temos em nós.

Penso em tudo o que me disseste... e tens razão.
Tens razão quando dizes que eu procuro companhia mas que não tenho medo de estar só. Quando dizes que me dou demais. Quando dizes que espero demais. Quando me dizes que estou sozinha porque tenho medo que me queiram... que me viste tantas vezes no chão e a levantar-me em cada queda, com coragem.
E dizes-me tantas coisas certas... que me sinto tão frágil, tão nua aos teus olhos.

Fez-me tão bem esta noite... aliviou tanto o meu peito...
E ao dizeres-me que eu só preciso acreditar...dizes tudo.
Queria acreditar nas palavras que ouço. Queria que alguem que me amasse me dissesse todas as coisas bonitas e que eu pudesse acreditar sem medo de ser feliz. Que acreditasse como acredito em ti por ver tanta sinceridade num olhar de ternura e cumplicidade.

Mas as palavras... as palavras... que uso para defesa, para ataque... as palavras que um dia me poderão dar asas para voar. Ainda acredito.

Obrigada. Precisava tanto de ti e não sabia...

publicado às 19:24


Confessionário

De OlhoVivo a 13.04.2005 às 19:29

Belíssima homenagem :)**********

De Passo a 14.04.2005 às 09:46

Comento aqui as III partes :-) ta lindissimo, de uma ternura extrema .. q faz pensar no valor da amizade, akela amizade q nada procura apenas dá o melhor de si .. gostei mt .. q tenhas mts momentos na tua vida e q sejam todos felizes ( se tal for possivel :-))) .. beijos

De mulherde30 a 14.04.2005 às 10:08

P/ OLHO VIVO: a sorte é que ele nunca a lerá, mas não é nada que ele não saiba...obrigada...b'jinho

De mulherde30 a 14.04.2005 às 10:09

P/ PASSO: brindemos a isso: a grandes amizades e a momentos felizes...b'jinho

De dogmazul a 14.04.2005 às 14:39

Dirigida especialmente a alguem?

Eu sei n tenho aparecido muito por aqui...mas desculpa, o tal prémio do concurso já foi?

Fica desde já um convite a ti e atodos os leitores do teu blog a assistirem ao nosso Concerto no dia 21 de Abril (Quinta-Feira), Pelas 23 horas, no Santiago Alquimista (Perto do Castelo de São Jorge), vai ser a apresentação em Lisboa do nosso CD, Kilometro 0. e já agora que tal um saltinho e um comentário no nosso Blog?
http://dixitmusica.blogspot.com (http://dixitmusica.blogspot.com)

De mulherde30 a 14.04.2005 às 14:57

P/ DOGMAZUL: é como se estivesse lá....e sim o concurso já se deu por completo há muito tempo! há quanto tempo não vens tu aqui? heeheheheheh...b'jinho...e boa sorte

De blogui a 14.04.2005 às 23:25

Há várias formas de amar e do que conheço de ti posso dizer que amo aquilo que escreves! Nunca o deixas de fazer! B´jinho

De mulherde30 a 15.04.2005 às 10:01

P/ BLOGUI: o nosso coração é tão pequenino e aqui cabem tantos amores e tantas formas de amar!...obrigada...b'jinho

Diz lá



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D