Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



PRA RUA ME LEVAR

Confessado por Mulherde30, em 15.12.04

"Não vou viver
como alguem que só espera um novo amor...
há outras coisas no caminho onde eu vou.

Às vezes ando só,
trocando passos com a solidão...
momentos que são meus e que não abro mão.

Já sei olhar o rio por onde a vida passa,
sem me precipitar e nem perder a hora
escuto no silencio que há em mim e basta
outro tempo começou pra mim agora...

Vou deixar a rua me levar
ver a cidade se acender
a lua vai banhar este lugar
e eu vou lembrar você...

É, mas tenho ainda muitas coisas pra arrumar,
promessas que me fiz e que ainda não cumpri...
palavras me aguardam o tempo exacto pra falar...

Coisas minhas,
talvez você nem queira ouvir..."


É isto.
Deixar que a vida me leve.
Nesta altura de Natal, em que falam de amor, amor e que para mim é mais amor ao próprio que ao próximo, dedico-me a olhar para o ano que está a terminar...

OK. Divorcio. Sem casa. Amigos que se vão. Sozinha. Falta de aconchego, de carinho, de amor, de sexo, de cumplicidade...
De cabeça erguida.

E sei que, depois de tudo, o melhor caminho, neste momento, é nao seguir nenhum. Deixar por uma vez que a vida me dê a mao e me leve. Eu sei que encontrarei um outro rumo.
E errarei outras vezes.
Que esta coragem, vontade de sorrir, de lutar, nunca sejam apagadas pelas mágoas que vierem...

Passo o tempo a gozar comigo, mas a verdade, é que sou feliz!
Tenho uma familia que me apoia incondicionalmente, os amigos que ficaram e outros que vão aparecendo sao os melhores desta galáxia, tenho trabalho ( pronto, ganho o que um ministro gasta num par de sapatos, mas pouco importa), tenho saúde, continuo a encarar a vida de frente...
tenho calos nos pés, mas os meus pés mexem...
as minhas pernas são magras mas andam...
o cu está um pouco para o flácido e mesmo assim, melhor que muitos...
as mamas pequeninas mas minhas...
os olhos, a boca, orelhas, nariz, tão normais...
mas vêm, falam, escutam, cheiram...
Portanto, tenho tudo!
O amor virá...
não vou procurar nem esperar, nem tão pouco viver na ânsia de o ter..

E nesta luta, sei que sairei vencedora... e rir-me de novo da vida...
É o minimo que posso fazer a esssa puta...

publicado às 22:51


Confessionário

De arqpatricio a 15.12.2004 às 23:38

Para essa luta leva determinação, vontade, amizade e amor...dá um sorriso a quem te queira ajudar a reencontrar a felicidade e verás que tudo irá encaixar de novo.

De thor o deus do martelo a 16.12.2004 às 00:43

ola menina de trinta, come

De pedro a 16.12.2004 às 01:31

Ama o que te rodeia,a felicidade encontramos junto dos que nos são próximos,tudo o resto virá com tempo e na altura certa.
Pedro

De mokomaori a 16.12.2004 às 10:58

linda menina.....o mais dificil parece que ja fizeste...dentro dos pós e contras, entre as alegrias e tristezas, entre as frustaçoes e aquilo que te faz rir, encontraste o equilibrio que te faz respirar fundo e olhar o futuro com esperança e não com desespero. até porque para se ser verdadeiramente feliz ao lado de alguém, primeiro é necessário estar verdadeiramente em paz com o nosso interior....encontrar nos outros pensos rápidos para curar as nossas feridas normalmente leva a que, quando essas alminhas iluminadas desaparecem, as feridas voltem com brutais infecções....não é uma imagem muito porreira, eheheh. beijo.

De zemaria a 16.12.2004 às 11:19

Isso, pensamento positivo trintona. A esperança é a última a morrer.

De Luar a 16.12.2004 às 13:08

Boa, tás mais positiva... Levaste com alguma rena na cabeça???!!! Se foi isso ainda bem e deve ter sido o Rodolfo que é o mais animado de todos.... Sua Loba em ascenção!!!!!! Beijoquinhas

De lechuguita a 16.12.2004 às 15:14

eheheh...boa Rakel....mto bom o texto...foste buscar onde?...deve ser mto interessante...hás-de me dar o autor(a)....esse final...está fantástico..ehehehhheh...jocas....fofas...miuda;-)

De barmaid a 16.12.2004 às 15:58

"Não vou viver com alguém que espera um novo Amor"...Esta frase marcou me muito e fez me pensar...Será que sofremos todas com o mesmo???
Bjos,
fica bem

De inconfidente a 16.12.2004 às 16:04

Quem fala assim não é gago....vive sem ansiedades......mais tarde ou mais cedo encontras sem procurar o que muitos procuram sem encontrar.....Beijocas

De Xupa Nu Pipi a 16.12.2004 às 16:17

OLÁ DE NOVO RAQUELINHA ... Estas palavras dão -me tanta razão ... como sempre gostei de te xup+ar voltarei até me cansar ... Tchau e xupa bem :-)

Diz lá


Pág. 1/4



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D