Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Recomeços.

Confessado por Mulherde30, em 05.03.17

 

1421641698283.jpg

 

"Talvez um dia percebas que não me perdeste, apenas me deixaste ir.

Talvez um dia entendas que a minha aparente cobardia, não foi nada mais do que o fruto da tua desistência.

Talvez um dia descubras que nem sempre estiveste certo.

Talvez um dia compreendas que errar também faz parte.

Ou então…

Talvez um dia eu perceba que não havia nada a perder…"

 

Um dia, se doer, será baixinho. Já não restará nada. Nem as coisas boas, nem as coisas más. Nem mágoa, nem dores, nem sofrimento.

E nascerão coisas novas, melhores até.

Importante nem é deixar ir. É mesmo desapegar. Porque insistir quando já não se é amado, é mendigar amor.

E o amor, tu sabes... dá-se.

Talvez tenha lutado da pior forma, tentado da pior maneira. Foi como soube. Sou intensa sim. Expludo, sim. Porque me interesso e quero saber.

Porque a vida rege-se pelo amor ou por falta dele. Por amor ou por medo.

E eu escolho o amor. A coragem. A vontade. A vida.

E viver, tu sabes, não dói. O que me dói é toda a vida que não vivi.

E tenho pressa.

publicado às 14:07


Confessionário

De Toca e foge a 08.03.2017 às 13:37

Olá...existem diferentes respostas para a sua pergunta. Depende da imaginação. Na minha opinião, a menina ganhou o fortalecer das suas convicções. O menino ganhou, durante uns meses, uma paz divertida. Um farol onde a luz brilhava com as cores do arco iris. Atraindo quem navegava por entre os escolhos. Afundando vidas em vez de as deixar seguir por caminhos seguros. A menina perdeu um pedacinho da sua imensa inocência. O menino perdeu a vontade de desistir do caminho que já tinha traçado para a sua vida. Como dizem os mais velhos : "Tudo pode começar na ousadia de um momento e tudo pode terminar mesmo antes do fim".Enfim, os mais velhos e os seus chavões. Vou tentar não fazer essa pergunta a mim próprio porque, honestamente e sem florear muito as palavras, a verdadeira resposta é...."Ganharam os dois mas perderam se" .!.
Já agora, deixo lhe uma ideia...As pessoas que escrevem no mundo virtual gostam de sentir algum feedback.Todas gostam.No entanto, existe algo mais puro e menos hipócrita que o feedback que nos acaricia o ego. Aliviar o peso que têm no coração, seja fardo ou adrenalina. tenham muito ou pouco feedback, essas pessoas deviam continuar a escrever, sempre que lhes apetecer porque, bem lá no fundo, não é muito importante o que os outros "leem", o importante é "deitar cá para fora". É só uma ideia, nada mais que isso ! Ser corajoso nunca foi fácil mas quando as asas são de chumbo, o melhor é abraçar a cobardia e mantê la de redea curta. Um abraço e gostei da ilustração .!.

De Mulherde30 a 08.03.2017 às 23:00

Não preciso que me acariciem o ego, daí escrevo sempre. Mas nem sempre aqui! Concordo com o deitar cá para fora, plenamente! E um dia vou tentar perceber essa fixação da ilustração! B'jinhos

De Toca e foge a 08.03.2017 às 23:24

Olá...."um dia" ???? Não existe fixação nenhuma. São sombras chinesas, só isso. Se a senhora quiser escrever sempre, pelo menos coloque uma ilustração. Dessa forma já consigo vir aqui. Já são poucas as palavras que consigo ler. Um abraço .!.

De Mulherde30 a 10.03.2017 às 15:07

Sempre que quiseres, és bem vindo. Gosto da parte do "senhora"... b'jinhos

Diz lá



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D