Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sabes para onde vou?

Confessado por Mulherde30, em 29.06.10


.... Nem eu!
Mas estão tão pertinho de mim, as férias, que lhes consigo sentir o cheiro. (Os cheiros sentem-se?)


Para onde vamos quando já só temos vontade de partir?
Tu, não sei....
Nós? Nós vamos fugir...

publicado às 17:22


Confessionário

De mulherde30 a 02.07.2010 às 14:47

P/ RAFAEL: Sabes qual é a melhor parte de eu continuar aqui? É continuar a ver o teu empenho.... continuares a pensar que realmente me conheces e te cruzas diariamente comigo nesse teu Brasil. É engraçado ver esse amor que tu tens a uma mulher que pensas ser eu e, roido de ciumes, me maltratas como se a maltratasses a ela. Ou seja, como a coragem te falta para te dirigires a essa mulher, descarregas a tua frustração aqui... só para te sentires melhor, fingires que o disseste, fazeres de conta. Viveres numa realidade paralela, para sentires a consciencia menos pesada. Mas sabes? tambem tem o lado triste. É que te convences que eu sou ela, esse amor emanado de ódio a tua vida. E depois, não vives. Passas o dia na espera que eu escreva. Dedicas-te a escrever os mails como verdadeiras cartas de amor, carregadas de ciumes. Liga-te! Conecta-te. Chamas-lhe puta porque a vês com outros e a ignorar-te. Mas sabes? Enquanto te dirigires a mim em vez de falares com ela, isso nunca vai mudar. O ódio, já se sabe,corrói-nos por dentro. E acabo, inevitavelmente a sentir pena de ti. Porque te sentes transtornado e incapaz de viver. Daí te sentas assim, em frente a um computador, transmitindo a raiva que tens de ti, para mim, enquanto finges que me conheces. Tenho pena porque passas os dias a dizer adeus e não sais daí para ires viver. E por vezes, tenho ainda mais pena porque realmente acreditas que me conheces. Que vais a festas onde eu vou, que me sento o autocarro onde tu vais, etc, etc, etc... mas no fim de contas, sinto-me bem. Porque sou util a alguem que nada mais tem para fazer na vida a não ser viver a vida dos outros. E isso, aposto, é o principal da tua vida. Eu, que pensas que me conheces, sou a coisa mais importante para ti, quando afinal, nem sabes quem sou. Quando afinal temos um oceano a separar-nos e tu continuas a pensar que vivo pertinho de ti. Continua a sonhar. Tu vais escrevendo e eu ignorando, mas tenho a certeza que assim é que tu és feliz. A viver no faz de conta. Pobre de ti... que quando perceberes, vai ser tão tarde!
Enquanto isso, continua por aí... a rebentar por dentro, a escrever um portugues que ninguem percebe para te libertares dessa frustração. Até porque escrever faz bem. E sei que te faz bem, escreveres assim. Deixando sair esse ódio que carregas. A fingires que me atinges com palavras que não dizes à pessoa que pensas que sou eu. É absurdo, eu sei. Mas nem sabes o que me rio de ti quando vejo um (mais um) comentário teu. Ou os mails que me escreves a contar os pormenores das minhas noites! eheeheheheheheheh.... pronto, deve ser uma forma de cusquice. Mas fico a saber com quem supostamente estive, falei, como me vesti, onde, a que horas. No balanço final, e positivo. Já andas nesta terapia há muito tempo. Dois anos talvez. E talvez já tenhas percebido que não ficaste melhor com o passar do tempo. Mas a verdade é aquilo em que acreditamos. E tu acreditas que eu sou a mulher que amas e vês todos os dias a ignorar-te (nisso somos semelhantes)quando a realidade é outra.... nunca me viste, nao sabes quem sou. Mas isso nao importa, pois não? Sinto-me útil, por ajudar pessoas assim, como tu. Por isso, está à vontade. Continua a fazer de conta. Isso. Para que todos se possam rir e tu te sentires melhor....heheheheheheheh

De Jorge a 04.07.2010 às 21:26

Gostei do blogue e obviamente deste post.
Há! E é só para dizer que as férias têm cheiro sim senhor, eu já o sinto...
:)))

De Cristina a 06.07.2010 às 18:58

passaram cerca de 5 anos que não te lia. Vou dedicar algum tempo a absorver as tua emoções aqui transcritas. remember me? Colibri...até breve

De procurar a 09.07.2010 às 21:59

Bem merecidas férias apos um longo ano universitario. ja tava farto de estudar.
as minha sférias cheiram a camarão e agua salgada...lol

De Andrea a 30.07.2010 às 03:03

APOIADA!!!!!

Diz lá



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D