Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Se estivesses aqui...

Confessado por Mulherde30, em 13.05.09

pai.jpg

Se estivesses aqui...
Se estivesses aqui...

Talvez a vida fosse diferente. E seria.
Talvez eu fosse um pouco mais feliz. E era.

Não estás. Não me falas das estrelas nem de como alcançar uma e guardá-la no brilho do olhar.
Não me contas as histórias das princesas nem dos sonhos.
Não me falas em parábulas nem me olhas com os olhos doces de mel, sorrindo.


Ou estás. E por me falares das estrelas, ainda lhes roubo o brilho, à noite, para que o meu olhar tenha mais luz.
E é por me falares no silêncio das histórias das princesas que continuo a lutar pelos sonhos.
E é por tentar decifrar os mistérios das palavras que me chegam cá por dentro e cá de dentro que acredito.
Acredito que estás.
Porque ainda te tenho o cheiro preso às mãos. Ainda trago o teu sorriso pendurado na memória. Ainda te ouço a voz nos momentos de dor, ainda te tenho as mãos a segurarem as minhas. Ainda tenho o teu olhar de algodão doce, a vigiar-me.
E em todos os dias, estas lágrimas contidas a quererem rebentar-me o peito.
Porque não há um dia que não lembre. Que não pense: se estivesses aqui, mesmo sabendo que estás. Nesse estar sem estar. Nessa ausência presente, ou nessa presença ausente que se chama saudade.
Gritar por ti. Chamar por ti. Ou apenas dizer baixinho: Pai.


Afinal, tu estás.
Hoje e sempre.
Mas se estivesses aqui, hoje, queria dizer-te apenas uma coisa.
Duas. Talvez mais. Muitas...
Amo-te Pai. Tanto, tanto, tanto...
Sinto-te tanto a falta...

Parabéns Pai...

publicado às 00:14


Confessionário

De HomemDe40's a 13.05.2009 às 10:21

Por mero acaso, dei de caras com este cantinho,o confessionário, como tu lhe chamas. E, pelo pouco que já li, tenho pena de ter chegado só agora.
Sabes, eu até cheguei a pensar que já não havia gente capaz de sentir a vida tão profundamente, capaz de traduzir a complexidade da alma de forma tão simples e bela. Sim, porque a beleza é sempre simples.
Eu também tenho saudades do meu, que partiu no meu colo. Partiu sem nunca sair daqui, desta lembrança doce e triste.
Um dia, quando eu também partir, espero que as minhas meninas continuem a dizer como tu: Amo-te, Pai.


De Anita a 13.05.2009 às 10:47

Percebo o que sentes, embora tenha sido a minha mãe que já perdi há uns anos... já metade da minha vida foi vivida sem ela, e no entanto, ainda hoje lhe ouço a voz e os conselhos, ouvidos sem atenção naquela altura. No presente, muitos deles fazem sentido. Por isso, sim... eles estão sempre presentes enquanto deles nos lembrarmos e enquanto nos lembrarmos do que nos ensinaram. Beijinhos e Parabéns a ele... **

De NENE a 13.05.2009 às 17:49

Obrigado, por me fazeres recordar todos estes sentimentos de quem perdeu um pai e ao mesmo tempo um grande amigo. Um abraço, Pai.

De activestresss a 13.05.2009 às 22:57

Minha querida,
Parabéns ao teu Pai que mora num Céu mas que está sempre ao e do teu lado.

Felizmente ainda tenho cá o meu... aliás tenhos os dois, pai e mãe... mas não quero sequer imaginar a dor que um dia vou sentir!

Sabes? As pessoas só partem quando nos esquecemos delas...

Um beijo muito grande e mais uma vez um beijinho de Parabéns para o teu pai 8esteja onde ele estiver) que faz anos num dia tão especial!

De noelia a 15.05.2009 às 21:52

Fez ontem dois anos que o meu pai faleceu. Ler o teu texto hoje encheu-me de nostalgia e alegria, também. Tudo tem um significado. O meu filho mais novo fez ontem um ano. Tem o mesmo nome do avô, aliás dos dois avôs, que nunca chegará a conhecer. Não foi planeado, mas a sua chegada fez todo o sentido. Assim, enquanto houver memória, o meu pai nunca será esquecido. Os meus filhos terão avôs reinventados todos os dias, as suas histórias e exemplos servirão para formá-los enquanto pessoas e cidadãos de bem. Penso que é este o valor da família. Também sinto a presença do meu pai e falo com ele e peço-lhe desculpa por algumas zangas banais e peço-lhe ajuda e conselhos sábios. Assim estamos sempre acompanhados e protegidos. Assim permaneceremos unidos.

De alma a 17.05.2009 às 22:56

quem amamos fica sempre connosco...vivo no nosso coração :)

De Jos a 19.05.2009 às 15:25

Já há muito tempo que por aqui não passava. É um sítio que eu gosto de visitar de vez em quando. Voltei hoje e ao ler os textos, este tocou-me e lembrou-me um que escrevi para o meu pai. Como o publiquei no passado dia do Pai, aqui deixo a minha homenagem

http://atributos-1.blogspot.com/2009/03/dia-do-pai.html (http://atributos-1.blogspot.com/2009/03/dia-do-pai.html)

Melhores cumprimentos

JM

Diz lá



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D