Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



SOCORROOOOO!!!

Confessado por Mulherde30, em 01.11.04

Quero dizer que eu nasci sem querer nem pedir, o meu pai e a minha mãe é que decidiram sem me consultar e por isso não mereço estes sacrificios.

Ontem, noite de bruxas fui até à disco com uma amiga. Normal até aqui. No bar, tres homens; um vestido de freira (giro), outro de frade( supergiro, até me fez pensar em rezar o terço) e o outro de vampiro (horrivel, caminhava de peito inchado como se tivesse alguma coisa presa no papo e com os braços abertos. Muito musculo, demais. arrggghhhh)
Fui 3 vezes ao bar...adivinhem quem me atendeu sempre? pois é... o vampirinho!
Muitos homens, muitas mulheres, mas quem é que não tirava os olhos de mim? Um rapaz com os seus 20 aninhos com o cabelo cheio de pauzinhos, como que se tivesse adormecido enquanto jogava mikado, e mais: sem um dente!
Tudo piorou quando estava eu a curtir a minha musica quando, de repente, sinto umas mãos nas minhas costas a deslizarem para a cintura e penso:
- hummm
e depois, para meu martirio, ouço:
- com licença, desculpa..
Credo!!! porquê eu? porquê a mim? Terei algum íman para tudo o que não quero? Tenho uma placa na testa a dizer"tansa"?
A voz de uma mulher!!!! Um corpo de mulher!! Vestida de bruxinha meia nua!! Nem pude crer, com homens tão interessantes, havia de me sair na rifa estes 3 duques e a minha figura triste!?
Se calhar devia ter ido disfarçada de bruxa, mas não gosto de disfarces...
Foi divertido, mas não acabou muito bem como podem calcular. Enfim...

Agora tou com ideias de pôr aqui no blog fotografias , mas não sei como fazer. Talvez alguem me ajude.
Queria expor aqui o meu corpo nu, nu, nu


OUVIRAM? FOTOS DE MIM NUA!!!!( se disser que é para fotos da virgem maria ninguem me ensina, tou mesmo a ver)

Agora, depois destas férias em que fiz tudo excepto descansar, tenho o corpo tão dorido, as horas de sono tão trocadas, que só apetece enfiar-me na banheira com água bem quente( que tá um frio de rachar ao meio o meu neurónio sobrevivente) pôr aquele cd a tocar, fumar um cigarrito dentro de água enquanto o ouço, pensar ao de leve na vida porque não vale a pena matutar muito, e depois, depois, deitar-me na minha caminha quentinha .
Quem dera que lá estivesse alguem à minha espera. Que me puxasse para perto, me abraçasse, me falasse coisas lindas ao ouvido e depois que já nem fossem assim tão bonitas e me possuisse sem receio, me desnudasse sem pudores, que tocasse o meu corpo com vontade de me levar ao céu...

Acorda Raquel,Raqueel! RAQUEL!!! ACORDA! se alguem te levasse ao ceu, deixava-te lá de certeza, tás longe de ser boa de cama para alguem querer repetir fosse o que fosse contigo.

OK, voltando à parte em que vou para a caminha quentinha e sozinha porque amanhã, mesmo que me apeteça abrir a janela e mandar para longe o despertador, tem mesmo que ser. O chefe não ia gostar nada nadinha. Até aposto que deve estar cheio de saudades minhas, mas amanhã vai dizer como quem não quer nada:
- já vieste?
para parecer que nem deu pela minha falta, com aquele ar de distraido...

AH....e vou pensar quem vai ser o meu fotografo, para depois publicar aqui fotos deste corpinho de sereia e pezinhos de lã, esculpido por Miguel Ângelo ( ai esse não que não sou assim tão velha) bem, mas foi ele que fez um esboço...hehehe

publicado às 22:01


Confessionário

De seraof a 22.12.2004 às 11:49



Por acidente acedi ao blog e “sorri “com os devaneios de Raquel.
Sem querer intrometer-me na vida de cada um, aceito sem vacilar a liberdade de dizer o que lhe vai na alma...
O que já não compreendo é o cepticismo sobre a realidade factual do mundo em que vivemos.
Sem ser moralista “ há muito que me marimbei para o real e falso moralismo” mas não entendo como é possível a jovem Raquel de ideias claras, embora muito genéricas, exponha a sua vivência e os valores culturais de uma sociedade com tanta animosidade, que quer se queira quer não, temos de aceitar e com ela conviver porque estamos nela inseridos.
Por isso custa-me a compreender o jeito besta de alguns acabrunhados seus fãs, há muito arredados de responsabilidades e com miasmo seguem-lhe o trilho, anuindo maldizendo de tudo e por tudo.
Algumas ideias e desaforos da Raquel devem ser valoradas e entendidas como forma de se libertar de alguns diabos. “de amores, religião, família, amigos e outros... “diria” certamente que o seu egoaltruísmo está a tentar Experiênciar a sua imagem à imagem do seu semelhante, no entanto ainda falta muito caminho para lá chegar. Os bloguístas “os de elogio bacoco” escondem-se na floresta ímpia e densa, porque em vez sustentar a franqueza só aparece quando se insinua o repasto para se empanturrarem, e de seguida fugirem como as lebres dos caçadores.
O certo é que alguns dos seus fieis fãs, uns porque infelizmente vivem na solidão e dela não se libertam, preferem que montanha venha a até eles e não contrário... outros porque são viciados cibernautas diabretes, afanosamente andam em busca de repasto, e enquanto nada acontecer seguem o rasto como furões.

O que deixo para ti Raquel:
Sou chuva, lama e torrente,
Por onde passo arrasto, trama.
Sou tua doença e cura
e libertador da epidemia.

Sou pai, mãe, neste País
Estigma que ficará como matriz,
Na tua loucura, e velhice
sou vil e reles pulhice.

Diz lá



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D