Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um agradecimento do tamanho do meu coração...

Confessado por Mulherde30, em 26.02.06


Creio que já posso respirar. Agora que já não sinto o sangue a fugir-me das veias, que já não sinto que o mundo e os astros conspiram contra mim, posso abrir um sorriso e agradecer a um Deus maior.

Já está em casa, já começou a comer, já passa mais tempo acordada.
Já refilou comigo a chamar-me de chata... significa que está de volta.
O mano, talvez por vê-la assim numa brincadeira ou outra com ele, já o vejo com os olhos mais brilhantes.
Apesar de ainda ter dores, o que creio ser normal, já ri para nós, já vai brincando com as palavras. Partiu uma clavícula. Agora é apenas o tempo para recompor tudo, para colocar tudo no lugar, para se habituar a ter os movimentos mais presos.

Agora, que já não passo os dias no trabalho e as noites a chorar, pedindo silenciosamente que não permita, que não permita, que não permita... creio que tambem eu estou de volta, no meu estado estranho de ser.


Mas hoje, o que quero é agradecer. A todos vós, que de uma maneira ou outra me deram uma palavra. Todos sabemos que os outros nada podem fazer. Eu nada pude fazer...e a impotência destruiu-me criando em mim o medo de a perder.


Mas por vezes é bom sabermos que temos alguem do outro lado, mesmo sem rosto, que nos diz que está lá, que nos dá um pouco mais de coragem para enfrentar estas peripécias que a vida nos trás.


Obrigada. De coração.
É que por vezes, mais do que alguem pensar em nós, é muito mais valioso quando no-lo dizem...
Um beijo repenicado na bochecha de cada um, com carinho.

publicado às 13:04


Confessionário

De karina oliveira a 26.02.2006 às 16:55

Da minha parte n precisas agradecer, mas esse bjnho soube-me tão bem...
Um sorriso meu, para ti.

De 2b a 26.02.2006 às 18:56

Fico contente por saber que as coisas estão a correr bem. bjs

De ozzo a 26.02.2006 às 19:33

...ainda bem que está tudo melhor..."Mas por vezes é bom sabermos que temos alguém do outro lado, ... que nos diz que está lá, que nos dá um pouco mais de coragem para enfrentar estas peripécias que a vida nos trás." isto é uma bonita definição de "companheiro/a para a vida" ... vá lá desencalha.te lol... bjs

De katia a 26.02.2006 às 19:59

Olá Raquel. Sou-mos amigos sem rosto mas muitos de nós temos coração, sou-mos pais e sentimos.
Um beijo grande para a tua sobrinha. 1 Abraço para a minha vizinha.

De Sandra a 27.02.2006 às 03:18

Já passei aqui tantas vezes...
Sempre à espera... à espera do melhor e com o coração apertado por não encontrar nada de novo.
Como diz a Kátia, somos pais e sentimos e nem sequer consigo imaginar a vossa aflição mas senti-a.
Beijinhos e boa recuperação.
Um beijinho especial para ela e um ao mano lindo que tem.

De MARISA a 27.02.2006 às 11:05

Olá! Fico tão mais descansada, é daquelas coisas que nos tocam a todos, fico muito feliz, de ela estar estar melhor e do irmão já ter de novo um brilhozinho nos olhos, para ti um grande beijo e uma eterna admiração... tudo de bom para ti Raquel!

De teixeira a 27.02.2006 às 11:11

butes..., siga a marinha... chuaccc na menina cor de rosa..

De sandra a 27.02.2006 às 14:23

Olá Raquel,

Fico feliz por saber que a tua sobrinha está a melhorar, a rir, e que os olhos do mano já voltaram a brilhar.
E, já agora, agradeço o beijinho...

bjs para vós
Sandra

De Sam a 27.02.2006 às 14:34

Ainda bem...Ainda bem! Fico feliz! Bem hajas!
Não disse nada no comentário anterior porque lido muito mal com estas coisas de crianças atropeladas, vivo ao pé de uma estrada "maldita"...já não é a primeira nem será infelizmente a última vez que sou confrontado com essas tragédias...perdi um amigo assim! É duro...muito duro, eu sei!
Beijo e Abraço Libertário!

Sam ;-)

De katia a 27.02.2006 às 21:02

Olá Raquel. Somos amigos sem rosto mas muitos de nós temos coração, Somos pais e sentimos. Um beijo grande para a tua sobrinha. 1 Abraço para a minha vizinha.

Diz lá


Pág. 1/2



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D