Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Anjo caído...

Confessado por Mulherde30, em 22.04.06

andreas.jpg
Fotografia: Andreas

Não sei se o vidro estava embaciado pelas gotas da chuva que cai sem parar ou se pelos meus olhos rasos de água.


Cansei de esperar, sabes?
Tudo na tua vida é mais importante, tudo vem primeiro, tudo é mais urgente.
Na tua vida não há tempo. Nem espaço.


Mas eu não sou mulher de metades, nem tão pouco mulher das horas vagas. Como se de repente te lembrasses que eu existo. Como se fosse um resto. Só para ocupares uma réstia de tempo.
Não quero isso para mim. Lamento.
É que quando já nem nas palavras posso acreditar, o que resta?
O que resta de ti? O que ficou de quem chegou devagarinho, que me deixou gostar devagarinho? Onde está quem estava em todo o lado e agora está em lugar nenhum?


Tu não precisas de alguem como eu na tua vida. E eu, não preciso de ninguem que me faça chorar por decepção. Tu viste a decepção no meu olhar?
Talvez não tenhas percebido...por falta de tempo.

Desisto depressa demais?
Sim. É verdade. Mas pelo menos eu, antes de desistir, lutei. E tu o que fizeste? Ocupaste o teu tempo com as coisas inadiáveis, com aquelas que não podiam esperar.
Pois. Eu hoje tambem já não posso esperar.


A vida é um jogo. E eu estava a apostar em nós... mesmo a medo, apostei. Mas tu não. E no amor, ou nesta espécie de amor, eu já não aposto sozinha. O preço a pagar é alto demais. E só perde quem apostou.


Um dia pensei que tu... que eu...que nós.
Pensei demais e pensei mal.
Dei demais... é sempre esta mania de entregar tudo o que tenho de melhor. É sempre esta mania de querer acreditar. Um dia acreditei, quando me disseste baixinho "gosto de ti". Mas afinal não gostas tanto assim...

Pouco importa.
É só porque um dia pensei que me tinha caído um anjo no prato da sopa. Mas afinal, bateu asas e voou...


Eu estava a gostar de ti, sabias?

publicado às 02:04


Confessionário

De helena a 24.04.2006 às 13:54

já há muito tempo que visito o teu blog, gosto imenso do que escreves e da forma como o escreves. sei o que sentes neste momento, talvez por já ter passado pelo mesmo! neste momento estou completamente desacreditada de tudo que faça referência ao amor. Força Raquel. abraço

De Passo a 24.04.2006 às 16:17

De Passo a 24.04.2006 às 16:18

armas caragu ...armas ;)

De ff a 24.04.2006 às 22:37

lido na radio clube de alcoutim em 24 de abril;=)

De lua cheia a 25.04.2006 às 14:18

Há anjos assim ... que acabam por vir assombrar um pouco as nossas vidas...
Apesar de tudo reflecte na beleza do facto de um dia pensares em alguém como um anjo. Deviamos tentar ver o lado bom das coisas, é um pequeno acto q todos recomendam mas poucos aplicam. É urgente saber guardar em nós os anjos que nos vão iluminando ainda que acabem por depois trazer escuridão.
Raquel... o anjo pode ter caído mas provavelmente em algum momento te fez voar!

De Carlos a 25.04.2006 às 19:03

Fragmentos…..

Aqui deixo uns fragmentos, aguardando colaboração para os complementar e completar.

Considero que a tua opinião, a tua vivência é importante, por isso o desafio.

Aceita-o …..

As relações amorosas têm muitas versões

De seforis a 25.04.2006 às 19:21

Sabes? Não voam para longe os anjos. Pelo menos nunca ficam fora do nosso alcance. Enquanto forem criados pela nossa imaginação só esperam que os façamos resplandecer de acordo com o brilho que lhe soubermos dar. Não pedem mais de nós. Sendo criados pelos nossos desejos são-nos fieis até que a nossa energia os consiga manter...e, jamais se transportam para os outros apesar de os tentarmos, demasiadas vezes, colar em alguém... Um abraço.

De esplanando a 26.04.2006 às 12:47

Tenho pena Rakel... tenho muita pena. E tenho muito mais pena porque sei que se essas desilus

De Fartura 747 a 26.04.2006 às 19:13

Companheira das desventuras dos 30,
Por favor não desistas! Ilusões e desilusões todas nós as temos. O tipo de atitude que aqui retratas parece ser de alguém que tem mais a fazer do que dedicar o seu tempo a amar pelo que certamente não te merece. Mais uma experiência nesta fabulosa aventura que é a vida! Um abraço

De mokomaori a 27.04.2006 às 10:26

lamento...sempre achei que deves ser uma daquelas mulheres que da realmente gosto ver apaixonada...beijo.

Diz lá




O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D