Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Obrigada... de coração.

Confessado por Mulherde30, em 20.03.07

LANY COSTA.jpg
Fotografia: Lany Costa


Estou quase pronta. Fechei a mala e percebi que preciso de tão pouco, afinal.
Levo tudinho dentro de mim. Tudo.
Ainda bem que não pesam o coração no aeroporto... odiaria ter que deixar bagagem. Deixar memórias... sem memória, sou nada.
Agora, resta-me esperar a hora de partir.
Não sei se demorarei uma semana, um mês, um ano. Não sei se voltarei.

Queria dizer-vos que ao longo de todo este tempo, foram importantes para mim.
O que sempre pretendi com tudo o que fui escrevendo, era saber como outros viam e sentiam. Ver o mundo por outros olhos... e agradeço-vos. Porque muitas vezes, talvez sem saberem, me aliviaram o peito.
Não quero atravessar mares e desertos sem vos dizer que mesmo nem vos conhecendo, levo-vos a todos comigo e o quanto são importantes para mim.
Que me ajudaram nas horas em que a vontade de chorar me apertava o peito, riram comigo sempre que na boca se rasgava um sorriso.
Obrigada.

Eu vou... mas volto. Se for loucura, poderei sempre regressar. Mas tenho a certeza que me fará crescer.
Até lá, tenham coragem. A vida, não é tão ruim assim... algures, há sempre os braços de um anjo onde podemos repousar. Mesmo que seja longe daqui...


ANGEL - Sarah McLachlan

publicado às 20:07


Confessionário

De Anita a 21.03.2007 às 11:57

Espero que encontres o que procuras, mesmo não sabendo o que é... Espero que quando o encontrares, saibas que é isso e não passes ao lado da oportunidade de ser feliz :) Eu fico assim tristinha por não ter os teus textos para ler, mas que seja por uma boa causa!! “There are no mistakes. The events we bring upon ourselves, no matter how unpleasant, are necessary in order to learn what we need to learn; whatever steps we take, they're necessary to reach the places we've chosen to go.” - Uma Ponte para a Eternidade, de Richard Bach (se ainda não leste, procura lá no sitio para onde escolheres ir). Beijos a ti e até breve :)

De tania a 21.03.2007 às 12:18

J

De Sonho Azul a 21.03.2007 às 13:00

Podes não acreditar, mas não há dia em que não me lembre de ti. A forma como te conheci. A rir... Só podia ter sido assim. Sei que ficas bem, és forte, muito forte.
Espero que corra pelo melhor, do fundo do coração! E caso não corra, podes sempre voltar. Cá estarei, aquando do teu regresso.

Um beijo e até sempre, no coração de quem não te esquece!
Sorri sempre!

De euzinha a 21.03.2007 às 13:29

Eu vou acreditar em ti quando dizes "Eu vou...mas volto...", por isso cá te espero ansiosa por novidades!Estejas onde estiveres dá cá um pulinho de quando em vez apenas para veres que a casa está em boas mãos:)Nunca deixes de escrever...e assim sendo fica bem,sê feliz e se possível faz pelo menos alguém feliz!Um xi carregado de carinho para te confortar nesta viagem!B'jinhos

De Brain a 21.03.2007 às 18:47

De Frustada a 21.03.2007 às 18:51

Desejo-te uma boa viagem..volta pelo menos aki ao teu cantinho para partilhares conosco essa busca da tua liberdade...de coraçao...vai e sê feliz!!!! controi essa felicidade..longe da saudade dakilo k deixas....beijinho...***

De Catarina a 21.03.2007 às 21:39

Durante meses vinha aqui todos os dias... partilhei este blog... nunca tive coragem de escrever nada porque nunca soube o que dizer. Mas hoje não posso nao escrever. O que a vida me ensinou e me mostrou muitas vezes é que está tudo dentro de nós.. é aqui e agora que temos que descobrir as respostas... nunca é no outro lado do mundo... Nunca vale a pena fugir, não encontramos respostas... e é mesmo só isso.. fugir.

De conde a 21.03.2007 às 21:52

Ainda pensei que no ultimo momento...

De Diana a 22.03.2007 às 14:10

Acho que por aqui todos nos sentimos um pouco frustrados e órfãos com a tua partida, obrigada por nos dizeres que fomos importantes. Precisávamos de ouvir isso. Independentemente de vires a encontrar o que procuras, faz o favor de te divertires enquanto buscas.
Todo este tempo em que te li, tive a certeza que a tua decisão não era uma fuga de ti mesma nem uma tentativa de te encontrares noutro lugar qualquer. Tu que tão bem te analisas, que não tens medo de ir ao fundo de ti mesma, sabes que para onde vás, irás sempre na tua própria companhia.
Partir assim não é fugir, é somente a esperança de um recomeço. Começar é sempre uma alegria, uma oportunidade de nos reinventar-mos. Repensar o que somos e as nossas práticas. Vais viver uma aventura, uma viagem, uma renovação.
Gostei de ler “se for loucura, poderei sempre regressar”. É esse o espírito, fica tudo em aberto, nem nunca nem sempre. Boa sorte querida Rakel e um grande beijo.

De M a 22.03.2007 às 17:20

Boa sorte.
Espero que encontres o que procuras,
Beijinhos

PS - Éstranho ter este tipo de sentimentos por alguém que nunca vimos...

Diz lá




O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D