Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Os alfemenes ou melmaquianos...

Confessado por Mulherde30, em 06.08.08

marcos sobral.jpg
Fotografia: Marcos Sobral

Os quê? Perguntam voçês.
Os alfemenes, respondo eu.

E possivelmente ficam na mesma. Mas acredito que no fim, alguns vão perceber de onde surgiram as palavras. Até porque nem acredito que só eu tenha pensado nelas.

Podem ser chamados de melmaquianos ou alfmenes. Habitam os mesmos espaços que outro homem qualquer. São comuns mortais, portanto.
Comem, dormem, arrotam, ressonam e peidam-se.
Tambem cortam as unhas dos pés, riem e choram.
Trabalham e conseguem aplicar-se na tarefa mais árdua se a interiorizarem.
São capazes de tomar banho sozinhos.
Pensam diariamente em sexo e dificilmente conciliam duas coisas ao mesmo tempo. Refugiam-se muitas vezes.
Demonstram o amor, afectuosamente.
Tambem amuam.
Outras vezes, moem o juizo de quem os rodeia.
São aventureiros, costumam gostar de um desporto em especial.
Costumam ser de uma ternura enorme. Uns fofos, quando querem.
Amigos e companheiros (mas não está provado que sejam todos assim).

São sonhadores. Sofrem e são felizes.


São muitas coisas boas... mas são estranhos.
Como se vivessem num mundo ligeiramente paralelo.


Como confissão: o meu boy é alfemene. Os alfemenes são assim. Quando vão embora, deixam saudade...

publicado às 20:41


O que pensas:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D