Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tantas vezes...

Confessado por Mulherde30, em 03.04.15

alain daussin.bmp

 Fotografia: Alain Daussin

 

 

Era uma vez uma vez. Uma vez como qualquer outra vez. São tantas vezes. Todos os dias são uma vez.

Uma vez que começava como todas as outras vezes, só que desta vez, havia a hipótese de fazer tudo de forma diferente das outras vezes.

Ou re-fazer. Com fórmula melhorada.

 

Em cada inicio, tudo o que está pela frente é apenas um espaço em branco. Em cada inicio, uma vez. Uma oportunidade de se colocar em prática o que trazemos de aprendizagem e aprender um pouco mais.

Vamos escrevendo a nossa história na história de outros. Da mesma forma que os outros também escrevem a sua. Algumas vezes na nossa. E é apenas porque cada um de nós escreve individualmente a sua história, mesmo que nessa história estejam outras pessoas englobadas, que por vezes, no final, há virgulas desalinhadas e pontos finais. E reticências...

E a sociedade vive cada vez mais só. Porque cada um escreve a sua história, na impossibilidade de escrever a dos outros, em simultâneo.

 

E haverá sempre uma vez em que desejamos não saber escrever. Ou que alguém escreva por nós. Por cansaço, por um quase desistir. Por uma vez.

Principalmente nos momentos em que na escuridão vimos uma luz ao fundo do túnel. E é um comboio.

publicado às 14:15


O que pensas:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D