Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Viva o amor...

Confessado por Mulherde30, em 14.02.07

casal.JPG
Fotografia: Raquel


Porque é dia de S. Valentim. Dia dos namorados. Dia dos enamorados…


E isso, sempre me traz imagens de jantares preparados com amor, servidos à luz de velas, numa mesa improvisada perto da lareira, sobre toalhas de linho.
Porque lembro de tendas num areal, com mantas quentinhas, um rádio a pilhas e lanterna.
Porque lembro de passeios no Douro, de comboio ou de barco.
Porque inevitavelmente lembro de camas redondas de motéis cobertas com pétalas de rosas vermelhas.
Porque lembro de beijos que selam desejos e segredos.
Porque lembro de ramos de flores, de taças de champanhe e do abrir das garrafas.
Porque lembro de óleos de massagens perfumados, das mãos que deslizam em corpos, de almas que se entrelaçam perdidas por melodias que tocam baixinho.
Porque lembro de acordes de viola, de sorrisos rasgados e de palavras em letra aperfeiçoada, feitas com cuidado em papel de cartão.
Porque lembro das banheiras de espuma… de onde se viam estrelas.

Um dia apenas. Dia dos namorados. E basta pronunciar para se desencadearem em mim sentimentos.
Porque lembro momentos que vivi e outros que nunca saíram do plano da vontade.


Como confissão: uns dizem que sou romântica. Eu creio que não… talvez a palavra seja sentimentalista.
A fotografia é o reflexo de uma etapa.
Um fim de dia de Verão. Ao olhar a foto, volto lá, ao mesmo lugar. E consigo sentir todo o emanar de emoções de igual modo.
E recordo o que trazia em mim. Dias em que acreditava em tantas coisas, em que jurava a mim mesma que era possível, um dia, quem sabe, estar assim, como aquele casal. De mapa na mão, traçando caminhos como quem traça sonhos ou projectos. Poder, quem sabe, construir e viver uma cumplicidade. E vê-los, despertou em mim uma ternura singular.
Hoje sei que afinal não é possível. Que há certas lutas que não vão alem da nossa vontade. Mas a vida é como um barquinho de remos… quando só um rema, cansa-se mais depressa.
E deixo a foto para vos desejar a todos um dia muito especial. Que o que quer que façam, façam bem e de forma inesquecível. Que preparem um dia recheado de algodão doce e de palavras meigas, para não magoar. Que repitam esse carinho sempre e não apenas hoje. E que vos fique para sempre na memória.

(Bem sei que não tenho autorização para publicar esta foto, mas não resisti. E só espero que não sejam daqueles turistas que vêm cheios de carinho porque podem ser casados, sim. Mas não um com o outro. E sem querer, estou aqui a denunciar uma traição.)

publicado às 12:42


O que pensas:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D