Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vou ali e já venho...

Confessado por Mulherde30, em 13.03.09

mather point.jpg

Agora que estou embrenhada numa nova aventura, fui espreitar no album da memória aquelas fotos do antes de.
Antes de muitas coisas.
E a saudade, baixinho, a recordar-me de lugares tão mágicos que vi... e a desejar novamente voltar.
O Rui Veloso lá diz para não voltares ao lugar onde já foste feliz, mesmo que o coração diga, não ligues ao que ele diz...
Eu não concordo muito com isso. Pelo menos sempre que acontecer sentir-me outra vez bem, apesar da vida já toda virada do avesso.

E como estou na ida outra vez, que já fazia falta, vou deixar aqui uma proposta.
Vamos brincar? Contadores de histórias...
O primeiro comentador, começa. Começa uma história. Uma frase. Apenas. Os outros continuam para que no fim exista algo com cabeça tronco e membros (se alguem comentar, claro!)
Consegues? Ou duvidas?

Parece-te bem?

Então vá, começa... enquanto isso, vou ali divertir-me um bocadinho e venho já.
Mas estou de olho em ti...
TMN

publicado às 18:32


Confessionário

De Catarina a 28.03.2009 às 13:21

Enquanto isso, eu continuarei na minha busca de não sei bem de quê... Continuarei na minha luta para escolher os melhores caminhos para ser feliz, do meu jeito...
E carrego comigo todos os momentos, todos os sentimentos, todas as dúvidas que me fazem questionar o rumo que vou levando!
Eu sei que te trago comigo, mas o que eu espero é que, desta vez, estejas realmente comigo!

De Miss Kin a 29.03.2009 às 00:44

Ser

De eusinho a 30.03.2009 às 15:43

You like to appear! Only on Thursday. Nao entende! See you on the next reincarnation. A menina “mocinha” deve fazer graça para sua (familia,amigos as e parceiros).Só eles! Para acharem graça na grande mulher que ES.

De noelia a 30.03.2009 às 18:59

Tudo o que foi...Que ilusão era a minha! Nada volta a ser o que foi. Mas é preciso confirmá-lo, na pele, no sangue, na saliva, na alma. Ter a certeza. Ninguém nos diga que é ou pode ser de outra maneira. Ver para crer, não! Quase morrer para acreditar que o fim do amor é possível. Só assim poderás começar a construir um novo amor, pedra sobre pedra, muito cimento e cal e fel e fé.
O caminho está à tua frente, faz dele o que desejares.

Diz lá


Pág. 2/2



O que queres saber?

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Velhas confissões

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D